Governo Renan Filho reduz homicídios em 25% nos últimos sete meses

Os números apontam ainda que a média de mortes por dia é de 3,34 no Estado em 2019, enquanto em 2018, era de 4,17 mortes


Publicado em: 14/08/19 às 15:36 por Gustavo Lopes | BR104 | Atualizado em 15/08/2019 às 7:00



O percentual de redução em comparação ao mesmo período do ano passado é de 25,3% — © Gustavo Lopes/BR104

Alagoas — Pelo menos três homicídios foram registrados por dia nos primeiros sete meses do ano – de janeiro a julho – em Alagoas, segundo dados oficiais da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/AL). De acordo com os dados coletados, foram registrados 697 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

O percentual de redução em comparação ao mesmo período do ano passado é de 25,3%. Naquele ano (2018), foram registrados 933 homicídios. Os números apontam ainda que a média de mortes por dia é de 3,34 no Estado em 2019, enquanto em 2018, era de 4,17 mortes. Esse número era ainda maior em 2017, com 5,27.

O mês do ano com maior numero de assassinatos foi janeiro, que contabilizou 109 Mortes Violentas Letais Intencionais, seguido de fevereiro, com 106, março, 102 casos, abril, 106 homicídios, maio, 104,  junho, 87, e julho, com 83 casos registrados pelo índice de criminalidade do estado, totalizando 697 assassinatos.

O secretário de Segurança Pública (SSP), coronel Lima Júnior, atribui a redução ao trabalho integrado das forças de segurança no Estado, que une investigação, inteligência e ostensividade, realizando ações de combate à criminalidade, como também coibindo qualquer tipo de ação.

Os dados da SSP também mostram que entre as principais vítimas estão pessoas com idades entre 18 a 29 anos, com 91,4% sendo do sexo masculino e 8,6% feminino. Dos crimes contabilizados, 68,6% foram cometidos por arma de fogo, seguido de 16,6% por arma branca.

+ Operação prende suspeitos de matar vítimas com requintes de crueldade

Maceió

Na capital, foram registrados 83 homicídios em julho, enquanto que em 2018 o período contabilizou 103 mortes. A redução é de 19,42%. De janeiro a julho, 308 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) foram registrados em Maceió. Comparado ao mesmo período do ano passado, houve uma redução de 33,45%.

“Grande parte das nossas operações, prisões e apreensões começam a partir de uma ligação do Disque Denúncia. Assim que recebemos a notificação, uma equipe é acionada para averiguar e agir, se for necessário. Outro ponto que utilizamos para basear nossas estratégias são os Boletins de Ocorrência”, destaca Lima Júnior.