publicidade
publicidade
Justiça

Dívidas de credores trabalhistas da Laginha devem ser quitadas nas próximas semanas

Anúncio veio após reunião no TRT, que renovou o acordo de cooperação institucional entre o órgão e a 1ª Vara de Coruripe.

Publicado:


O objetivo do acordo foi facilitar e dar celeridade ao pagamento dos credores trabalhistas inscritos no processo falimentar | © Assessoria
O objetivo do acordo foi facilitar e dar celeridade ao pagamento dos credores trabalhistas inscritos no processo falimentar | © Assessoria

Um acordo de cooperação institucional entre o Tribunal Regional do Trabalho da 19ª Região (TRT/AL) e a 1ª Vara de Coruripe, responsável pelo processo de falência do Grupo Laginha, vai garantir o pagamento de 3.402 credores trabalhistas nas próximas semanas.

Os termos do acordo foram definidos em uma reunião realizada nesta quinta-feira (13/01), que contou com a presença do presidente do TRT/AL, desembargador Marcelo Vieira, e o juiz de Direito Luciano Andrade de Souza, integrante da Comissão do Processo Falimentar.

Pela proposta, haverá celeridade para o pagamento de valores até 150 salários mínimos. Serão depositados na conta da Justiça do Trabalho R$ 10,2 milhões, que são suficientes para extinguir todos os processos em fase de execução.

Segundo o administrador judicial Igor Telino, neste primeiro momento, todas as reclamações trabalhistas em tramitação receberão créditos extraconcursais até o limite de 150 salários mínimos, definidos na Lei de Falências, como créditos preferenciais.

A relação de credores – contendo número do processo, nome do beneficiário e valor a ser pago – já foi remetida para a Coordenadoria de Execuções, que irá fazer a individualização dos credores entre as Varas da capital e do interior e enviar os recursos para que sejam feitos os pagamentos.

A falência do grupo Laginha foi decretada em 2014, após a conversão do processo de recuperação judicial, iniciado em 2008. O processo tem atualmente mais de 111 mil páginas, sendo considerado o segundo maior processo falimentar do Brasil. Na área trabalhista, é o maior processo ativo em número de credores.

*Com informações da Assessoria
Usina Laginha em União dos Palmares| ⬆ © Reprodução

Usina Laginha em União dos Palmares| ⬆ © Reprodução

veja também


Almiro Belo, Sandro Jorge e Jailson Vicente
Justiça
TRE/AL julga pedido de cassação dos mandatos de vereadores de União dos Palmares

Os vereadores do MDB foram acusados de fraude à cota de gênero


Fabricia e Zé da Galera | © Reprodução
Justiça
TJ/AL nega recurso e vereadores são afastados por improbidade em São José da Laje

Além de Fabricia e Zé da Galera, funcionários da Câmara de Vereadores da cidade, já afastados, também estão respondendo ao processo.


Juiz Yulli Roter e desembargador Klever Loureiro - DICOM
Justiça
Juiz Yulli Roter Maia deixa 2ª Vara de União dos Palmares

O magistrado foi empossado pelo desembargador Klever Loureiro na 7ª Vara Criminal de Maceió (Tribunal do Júri).


Desembargador Otávio Leão Praxedes — © Caio Loureiro
Justiça
Desembargador Otávio Praxedes se afasta do Tribunal de Justiça de Alagoas

Praxedes vai se dedicar, exclusivamente, às suas atividades como presidente do Tribunal Regional Eleitoral durante as eleições.