publicidade
publicidade
Justiça

Concurso de Porto Calvo é suspenso por ordem judicial

De acordo com o juiz Eduardo Nobre, a organizadora do concurso que iria ser realizado neste domingo (2), deveria alocar os candidatos em cidades circunvizinhas

Publicado: | Atualizado em 19/12/2018 14:07


Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Porto Calvo – O juiz José Eduardo Nobre Carlos, determinou nessa quinta-feira (29), uma liminar que suspende o concurso público que seria realizado no próximo domingo (2) de dezembro no município de Porto Calvo.

No edital do certame, as provas seriam aplicadas simultaneamente em Porto Calvo e municípios circunvizinhos, no entanto, foram remetidos cartões de inscrições com locais de realização das provas em Maceió e Maragogi.

Com aproximadamente cerca de 100 km de distância entre as cidades de Porto Calvo e Maceió, para o magistrado, teria havido uma afronta no edital do concurso. De acordo com informações da Defensoria, o município tinha disponibilizado ônibus com vagas limitadas, para o deslocamento dos candidatos em sentido a Maceió e Maragogi, para que chegassem a realizar as provas, afrontando segundo o órgão, o principio da isonomia.

Segundo o juiz que acatou a decisão, José Eduardo, a empresa responsável pela realização do concurso deveria acomodar os candidatos em cidades como Matriz de Camaragibe, Porto de Pedras, Jacuípe, Japaratinga entre outros municípios que fazem limite com Porto Calvo.

Ainda de acordo com o juiz, as vagas limitadas para Maceió e Maragogi causa risco de preterição de candidatos.

Resta configurada a violação ao edital do concurso e, em outra banda, a violação ao princípio da isonomia por não haver a certeza de que todos os candidatos necessitados terão à sua disposição veículo para o deslocamento até o local de realização das provas”.

Nova data deverá ser estabelecida pelo Município de Porto Calvo para o certame, e a definição dos locais em que as provas serão realizadas, obedecendo ao edital.

veja também

Desembargador Otávio Leão Praxedes — © Caio Loureiro
Justiça
Desembargador Otávio Praxedes se afasta do Tribunal de Justiça de Alagoas

Praxedes vai se dedicar, exclusivamente, às suas atividades como presidente do Tribunal Regional Eleitoral durante as eleições.


Juíza Lígia Seabra | © Adeildo Lobo
Justiça
União dos Palmares: Juíza Lígia Seabra toma posse no Juizado Especial

A magistrada era titular da vara única de São Sebastião, unidade de primeira entrância com maior entrada de processos.


Júri condena pai e filho a mais de 17 anos de prisão por homicídio | © Reprodução
Justiça
Júri condena pai e filho a mais de 17 anos de prisão por homicídio

Carlos foi condenado a mais de 17 anos de reclusão. Já Luiz, que é pai dele, foi apenado com 18 anos e nove meses de reclusão.


Deputado Davi Davino Filho - @Divulgação
Justiça
Campanha do PP/AL em 2020 usou quase R$ 100 mil de forma irregular, diz procurador

Segundo a Procuradoria Regional Eleitoral, o partido usou quase R$ 100 mil do Fundo Especial para custear campanha de vereadores de outros partidos.


CCJ | © Billy Boss
Justiça
CCJ aprova PEC que prevê o fim da aposentadoria compulsória para juízes como pena

A PEC 163/2012 tem o objetivo de acabar com a pena de aposentadoria compulsória com salário proporcional ao tempo de serviço.