Justiça

Acusado de tentativa de homicídio vai a júri popular nesta quarta em União

Rafael "Terror" tentou assassinar colega de 16 anos disparando 4 vezes; tentativa ocorreu no bairro dos Terrenos

Publicado: | Atualizado em 19/12/2018 14:07


Vai a Júri popular nesta quarta-feira (14), em União dos Palmares, Odlavig Rafael da Silva Melo, “Rafael Terror”, no auditório Tágore Carnaúba, pela tentativa de assassinato de Julison Saturnino do Nascimento, ocorrido em 2015, quando a vítima tinha apenas 16 anos.

De acordo com os autos, Julison foi abordado pelo que disparou quatro vezes contra ele. No momento dos disparos, Julison simulou ter sido morto o que desestimulou o agressor em executar o seu desafeto.

Em entrevista ao portal Br104, o Juiz Anderson dos Santos Passos, titular da 3° Vara criminal de União dos Palmares, disse que, segundo consta na denúncia, o réu teria  cometido o crime na sua forma qualificada por não ter permitido defesa à vitima. Ele também disse que o réu nega que tenha cometido o crime.

O julgamento terá início às 9h no Fórum de União dos Palmares.


Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

João Lyra – © Reprodução
Justiça
Desembargadores evitam processos da Laginha e caso deve ir ao STF

13 dos 17 desembargadores do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) declararam suspeição para julgar os recursos relacionados ao processo de falência


Mulher em camara de bronzemaento - @Reprodução
Justiça
TJ-AL mantém proibição do uso de câmara de bronzeamento artificial

O pedido foi negado pela 14ª Vara Cível da capital alagoana, levando a empresária a recorrer.


Prova de concurso publico - @Reprodução
Justiça
Justiça suspende concurso em Alagoas por prever menos de 5% de vagas para PcD

A decisão determinou a suspensão imediata do processo seletivo, a revisão do edital e a reabertura das inscrições


Simbolo da justiça - @Reprodução
Justiça
Juíza denuncia advogado por prática de advocacia predatória em Alagoas

A atuação do MP será fundamental para determinar se houve realmente a prática de advocacia predatória e quais medidas legais serão necessárias.


Alto-falante | @ Imagem ilustrativa
Justiça
Casal é condenado a pagar indenização de R$ 20 mil a vizinha por perturbação do sossego

De acordo com o processo, os réus promoviam festas que provocavam uma “pertubação anormal” do sossego por conta do som alto.