publicidade
publicidade
União dos Palmares

Corpo de palmarino está há 21 dias no IML e família luta por liberação

Instituto alega que corpo deu entrada sem documento com foto e que passou por exames de identificação

Publicado: | Atualizado em 18/12/2018 17:16


União dos Palmares – Em União dos Palmares, na Zona da Mata de Alagoas, familiares do senhor Josué Cavalcante de Oliveira, 74 anos, denunciaram a demora para a liberação do corpo no Instituto Médico Legal (IML) de Maceió. Nesta terça-feira (18), completa 21 dias que o corpo deu entrada na unidade.

De acordo com a irmã do falecido, Luzia de Oliveira, seu irmão morreu no último dia 27 de novembro, possivelmente de um mal súbito. “Ele estava sentado na sala, quando de repente ouvi um barulho. Ao chegar na sala, vi ele deitado sobre o braço do sofá já em óbito“, conta.

+ Quarto acidente na BR-104 é registrado na Branquinha em menos de uma semana

Após a constatação da morte, o corpo de Josué foi encaminhado ao IML para os procedimentos de praxe. No entanto, a partir daí começa o drama da família, que até hoje não conseguiu a liberação para o sepultamento. “Nós fizemos o exame de DNA, fomos ao fórum e entregamos uma documentação. Agora, estamos na espera pelo resultado para ver se conseguimos enterrar nosso irmão“, explica Luzia.

Na última enchente ocorrida no município, Josué acabou perdendo toda a sua documentação. O IML explica que por conta disso, o corpo só pode ser liberado após identificação realizada por exames, assim como dita a legislação. No entanto, a família espera angustiada. “Eu já não aguento mais essa espera. Não estou dormindo direito e vivo a base de remédios“, desabafa a irmã.

Luzia conta ainda que, a sua outra irmã foi até o município de São José da Laje, onde o falecido foi registrado, mas nenhuma documentação foi encontrada nos arquivos do cartório. O caso já foi encaminhado ao Fórum do município, juntamente com toda a documentação cedida pelo IML e, segundo ela, ficaria sob responsabilidade do promotor de Justiça de União dos Palmares, Carlos Davi Lopes Correia Lima.

veja também

Jovem agoniza até a morte após ser alvejado em União dos Palmares | © BR104
União dos Palmares
Jovem agoniza até a morte após ser atingido por disparos de arma de fogo em União

O crime aconteceu no bairro Roberto Correia de Araújo, em União dos Palmares, cidade da Zona da Mata alagoana.


Vereador Nenzinha, distribui alimentos para famílias afetadas por chuvas em União dos Palmares | © Assessoria
União dos Palmares
Nenzinha distribui lanches para crianças e visita famílias afetadas pela enchente em União

O vereador por União acompanhou de perto o drama das famílias que foram afetadas pela enchente no município.


Bruno Lopes | © Reprodução
Chuvas em Alagoas
Ex-vereador Bruno Lopes destaca ação de profissionais e voluntários nas enchentes

"Esses profissionais poderiam estar em casa, mas estão trabalhando incansavelmente, dia e noite, para diminuir o sofrimento das pessoas", disse.


Homem carregando botijão de água | © Imagem ilustrativa
União dos Palmares
Após enchente em União, comerciantes chegam a cobrar R$ 30 no botijão de água

A população tem se queixado do preço abusivo que vem sendo cobrado por itens específicos em alguns estabelecimentos da cidade.


Gato é resgatado após sobreviver a enchente em União dos Palmares | © Reprodução
União dos Palmares
Gato é resgatado após sobreviver à enchente em União dos Palmares

O animal, diante do momento desesperador em que se encontrava, buscou se abrigar em cima de uma pilastra do muro de uma igreja evangélica.