publicidade
publicidade
Saúde

Número de casos de Aids em Alagoas aumenta por 10 anos consecutivos, aponta estudo

O balanço inclui o ano de 2018, mas até o mês de junho. Durante esse período, foram conhecidos 382

Publicado: | Atualizado em 17/12/2018 16:52


publicidade
publicidade
publicidade
O balanço inclui o ano de 2018, mas até o mês de junho. Durante esse período, foram conhecidos 382 (Crédito: Divulgação)
O balanço inclui o ano de 2018, mas até o mês de junho. Durante esse período, foram conhecidos 382 (Crédito: Divulgação)

Alagoas – Os casos de infecção por HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana) aumentaram no estado por 10 anos consecutivos, segundo o balanço do Ministério da Saúde (MS). O balanço inclui o ano de 2018, mas até o mês de junho. Durante esse período, foram conhecidos 382.

No Brasil, de 1980 a junho de 2018, foram identificados cerca de 926.742 casos de Aids. O país tem registrado uma média de 40 mil novos casos de Aids nos últimos cinco anos. O número anual de casos da síndrome vem diminuindo desde 2013, quando atingiu 43.269 casos; em 2017 foram registrados 37.791 casos.

De acordo com o Boletim Epidemiológico do MS, no ranking Alagoas aparece sendo o sétimo estado com mais casos de Aids notificados no Sinan. No total, de 2007 a junho de 2018, já foram constatados 2.951 casos. No ano passado, 776 registros de novos casos foram detectados, contra 617 em 2016. Já em 2018, até o mês de junho, cerca de 382 novos casos de HIV foram notificado.

+ Quarto acidente na BR-104 é registrado na Branquinha em menos de uma semana

No Brasil, no período de 2000 até junho de 2018, foram notificadas 116.292 gestantes infectadas com HIV, das quais 7.882 no ano de 2017, com uma taxa de detecção de 2,8:1.000 nascidos vivos.

De 2007 até junho de 2018, foram notificados no Sinan 247.795 casos de infecção pelo HIV no Brasil, sendo 117.415 (47,4%) na região Sudeste, 50.890 (20,5%) na região Sul, 42.215 (17,0%) na região Nordeste, 19.781 (8,0%) na região Norte e 17.494 (7,1%) na região Centro-Oeste. No ano de 2017, foram notificados 42.420 casos de infecção pelo HIV, sendo 4.306 (10,2%) casos na região Norte, 9.706 (22,9%) casos na região Nordeste, 16.859 (39,7%) na região Sudeste, 8.064 (19,0%) na região Sul e 3.485 (8,2%) na região Centro-Oeste.

Também no ano de 2017, o estado registrou uma redução no número de mortes com causa básica Aids, com 141 casos. Já em 2016, foram 150 notificações de óbitos.

Registros de Aids em Alagoas nos últimos 10 anos:

2007: 18 casos
2008: 22 casos
2009: 32 casos
2010: 38 casos
2011: 45 casos
2012: 68 casos
2013: 129 casos
2014: 345 casos
2015: 479 casos
2016: 617 casos
2017: 776 casos

publicidade
veja também

Hospital São Vicente de Paulo | © Reprodução
União dos Palmares
Hospital São Vicente retorna com atendimento na Maternidade Santa Catarina

Os atendimentos na maternidade haviam paralisados na última quarta-feira (22/06), devido a falta de cumprimento de acordo salarial.


Enfermeira vacinando criança – © Assessoria
Saúde
Covid-19: SESAU alerta sobre aumento de casos em crianças

O comunicado foi divulgado nesta terça-feira (21/06), por meio das redes sociais da SESAU.


Equipes monitoram terrenos baldios na Capital | © Assessoria
Maceió
Fiscalização em terrenos baldios intensificam combate ao Aedes aegypti em Maceió

Município já emitiu 43 notificações e mantém sob monitoramento mais de 2.300 terrenos.



Variola dos Macacos - @Reprodução
Saúde
Varíola dos macacos e Covid-19; especialista explica a relação de transmissão

Para a infectologista Luana Araújo, "a varíola dos macacos está longe de ser como a [transmissibilidade] da Covid".


publicidade