Policial

Pastor que estuprou enteada por 7 anos é preso após denúncia anônima

O nome do suspeito foi mantido em sigilo para proteger a identidade da jovem vítima.

Publicado: | Atualizado em 27/02/2024 14:49


Viatura da Polícia Civil de Alagoas | © Cortesia
Viatura da Polícia Civil de Alagoas | © Cortesia

Em Esperantina, a 189 km de Teresina – Piauí, um pastor e barbeiro de 37 anos foi detido nesta segunda-feira (26), acusado de cometer abusos sexuais contra sua enteada ao longo de seis anos. O nome do suspeito foi mantido em sigilo para proteger a identidade da jovem vítima.

A delegada Polyana Oliveira, que está à frente do caso, revelou que os abusos começaram quando a menina tinha apenas 7 anos de idade, estendendo-se até ela completar 14 anos.

A prisão preventiva do acusado ocorreu no bairro Novo Milênio, centro de Esperantina, enquanto ele exercia sua atividade secundária de barbeiro. Esta operação foi conduzida pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher e aos Grupos Vulneráveis (DEAMGV).

Assuntos

Pastor

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Almir Belo e carro da PF - @Reprodução
Policial
Entenda como funcionava esquema no INSS que investiga participação de Almir Belo

As fraudes começaram a ser descobertas em 2022, com a ajuda da Seção de Análise de Dados de Inteligência Policial.


Almir Belo e Manoel Preguinho - @BR104
Policial
Almir Belo e Preguinho estão entre os alvos da PF em operação contra fraude no INSS

Ao todo, foram cumpridos 14 mandados judiciais de busca e apreensão em várias cidades do estado



Mãos de idosa - Imagem ilustrativa - @Reprodução
Ibateguara
Idosa é resgatada desnutrida em Ibateguara: Filho ficava com a aposentadoria

O homem de 51 anos, foi levado à 11ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) em União dos Palmares


Adriana Avelino - @Reprodução
Policial
Quem matou Adriana? Crime completa um mês sem solução

A família de Adriana, amigos e a comunidade local estão indignados com a falta de respostas e exigem justiça.