Polícia prende dupla suspeita de integrar quadrilha especializada em arrombar veículos

A dupla confessou ter arrombado dezenas de automóveis em Maceió, Arapiraca, cidades do interior alagoano, Pernambuco e Bahia


Publicado em: 11/07/19 às 13:53 por Redação | BR104 | Atualizado em 11/07/2019 às 13:53



Parte do material apreendido com a dupla integrante da quadrilha — © Ascom/PC

Polícia —Dois homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em arrombar e furtar objetos de dentro de veículos, foi presa em flagrante, nessa quarta-feira (10). A dupla confessou ter arrombado dezenas de automóveis em Maceió, Arapiraca, Pernambuco e Bahia.

De acordo com a delegada Maria Angelita, titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), outras pessoas envolvidas nos crimes estão sendo procuradas. Contra o grupo, já havia dezenas de Boletins de Ocorrências (BOs), mas nenhum tinha sido identificado, até então.

Yago Fernandes Lima de Oliveira, de 23 anos, um dos acusados preso, confessou que praticou mais de 40 arrombamentos de carros. O outro preso foi identificado como Darlan da Silva Oliveira, 24 anos. Um deles foi preso em um posto de combustíveis, na localidade Acauã, próximo ao conjunto residencial Graciliano Ramos; o outro, na casa dele, também naquela região.

Ao ser interrogado, Yago disse que em um dos casos, em Caruaru, o grupo conseguiu furtar R$ 40 mil de dentro de uma caminhonete S-10. “Ele chegou a tirar foto do dinheiro, ostentando, e publicou nas redes sociais”, disse a delegada.

As investigações apontam ainda que o grupo atuava em estacionamentos de supermercados e shoppings. Na última terça-feira (9), os acusados arrombaram um veículo num supermercado, localizado no bairro Gruta de Lourdes, parte alta de Maceió.

+ Homem é assassinado a golpes de faca em possível crime de latrocínio em Maceió

A delegada explica que nesses locais, os motoristas acabam descuidando e deixando os veículos com objetos de valor expostos. Orienta que as pessoas evitem deixar objetos de valor nos veículos. Também é importante que, ao acionar o alarme em locais públicos, a pessoa confira na maçaneta se o veículo está realmente travado.

Com a dupla, os policiais civis encontraram a espécie de tesoura e um aparelho conhecido como “chapolin” [bloqueador], que impede o fechamento das portas, mesmo que o alarme seja acionado usados nos crimes. Também foram apreendidos dois veículos – um Volkswagen Gol e um Corsa.

*com Assessoria