Murici

Família Calheiros não consegue entregar Matadouro, rescinde contrato e fará nova licitação

Irmão de Renan Calheiros licitou a obra de mais de R$ 1,2 MI, 5 anos depois e ainda inacabada, primo de Renan Filho fará nova licitação.

Publicado: | Atualizado em 19/12/2018 15:13


Olavo Neto e Remi Calheiros (Imagem - Reprodução)
Olavo Neto e Remi Calheiros (Imagem - Reprodução)

Licitada ainda em 2013, a obra interminável do Matadouro Público Municipal na cidade de Murici, tem sido motivo de muitas críticas e polêmicas e agora tem um novo capítulo. O prefeito de Murici Olavo Calheiros Novais Neto(MDB), Filho do deputado estadual Olavo Calheiros(MDB), através do processo administrativo 3287/2018 rescindiu unilateralmente o contrato mantido com a empresa Makri

Construções LTDA, vencedora da Licitação e responsável até então pela obra.
A decisão de Olavo Neto(MDB) foi motivada, conforme o mesmo revela, levando em conta as informações lhes prestadas pelo secretário de infraestrutura do município e pelo parecer Jurídico do Procurador municipal.

Ao mesmo tempo, de acordo com o prefeito, também considerou-se o fato de que a empresa está em situação de inadimplência no que tange ás cláusulas do contrato e por esse motivo já foi devidamente notificada, entretanto, não deu nenhuma resposta até o momento.
Por essa razão, a prefeitura de Murici através de seu setor jurídico, resolveu aplicar sanção a Makri

Construções LTDA, impedindo-a temporariamente de participar em licitação e estabelecendo impedimento da mesma poder contratar com o município de Murici pelo prazo de 2 (dois) anos. Em entrevista ao BR104, o secretário municipal de infraestrutura, Anderson Moraes, afirmou que a prefeitura irá fazer uma nova licitação, no entanto, o secretário não revelou quanto de prejuízo financeiro isso trará ao pequeno município da Região da Mata de Alagoas.
Contradições em família

O prefeito que licitou a obra foi Remi Calheiros, tio do atual prefeito e igualmente tio do atual governador Renan Filho(MDB). Remi Calheiros, irmão do senador por Alagoas Renan Calheiros(MDB), chegou a fazer licitação para aquisição de equipamentos para funcionamento do Matadouro Frigorífico Municipal, isso ainda em 2015 conforme pregão eletrônico de número 5/2015, o que era uma demonstração de que pouco faltava para a conclusão da obra, o que não ocorreu.

Ao longo da construção do matadouro, o contrato 6/2013 sofreu alguns aditivos, fazendo com que a obra que começou sem previsão de conclusão, na própria placa de informações da obra não consta tal informação fundamental, se arrastasse até o ano de 2018 ainda sem condições para ser entregue ao uso.
A obra de construção do matadouro está orçada até o momento em R$ 1.166,210,78, valor motivo de mais críticas e polêmicas, uma vez que as edificações do prédio já erguido mas ainda inacabado, parece não justificar tanto dinheiro envolvido.

Os muricienses já esperam pela entrega deste matadouro desde 2010, ano da enchente que devastou a parte baixa da cidade, destruindo várias repartições públicas inclusive o prédio do antigo matadouro.
Desde então, os pequenos comerciantes que precisam abater seus animais tem, sofrido para continuar trabalhando e não são poucas as denúncias de abate irregular de animais.

Embora a cidade nos últimos 20 anos venha sendo administrada pela família Calheiros, hoje a família mais influente politicamente no cenário estadual e também com bastante influência no cenário nacional, os muricienses não tem visto muita vantagem com isso.
Poder político dos Calheiros

A última eleição consolidou o poder de influencia da família Calheiros em Alagoas, seja pelo fato de que a família saiu da eleição com um deputado estadual, Olavo Calheiros, um senador, Renan Calheiros e o governador do estado, Renan Filho, seja também pelo fato de que todos os opositores aceitaram ficar de fora da disputa, num reconhecimento da força política da já tradicional família de políticos.

Por outro lado, o Município de Murici, terra natal da família Calheiros, continua a esperar que este poder político dos Calheiros, resultem finalmente em benefícios concretos para os carentes cidadãos daquela cidade.

Assuntos

Murici

Comentários


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Ato contra o feminicídio em Murici | © Jailson
Murici
População muriciense vai as ruas pedir justiça pela morte da comerciante assassinada pelo marido

Centenas marcham pelas ruas de Murici em repúdio ao assassinato brutal da empresária Carla Janiere da Silva, morta pelo próprio marido.


Vítima de feminicídio em Murici | © Reprodução
Policial
“Caso algo aconteça, já sabe quem foi”, disse vítima de feminicídio em mensagem para amiga

O crime aconteceu na tarde da última terça-feira (14), quando Carla foi fatalmente atingida por tiros disparados pelo próprio marido, que foi preso em flagrante.


Loja da vítima foi esvaziada após o ocorrido | © Reprodução
Murici
Família de vítima de feminicídio em Murici denuncia que casa e loja foram esvaziadas por parentes do assassino

Segundo a família, os parentes de Jeferson Marcos Timóteo, entraram nos locais e retiraram todas as roupas, mercadorias e demais bens da vítima.


Criminoso antes de matar a esposa em Murici
Murici
Homem mata a esposa e se finge de morto em Murici

A vítima foi morta com cinco tiros nas costas


Olavo Neto assinando ordem de serviço | © Assessoria/Murici
Murici
Prefeito assina ordem de serviço para construção da Escola de Línguas de Murici

O novo prédio, que ocupará uma área superior a 2 mil m², representa um avanço significativo para o ensino de idiomas no município.