Economia

Atenção MEI: Governo liberou R$ 1.412 para saque HOJE

Para ter acesso ao auxílio, é fundamental que os MEIs mantenham suas contribuições mensais regularizadas.

Publicado:


Mãos contando dinheiro | © Ilustrativa
Mãos contando dinheiro | © Ilustrativa

O Governo Federal lançou uma iniciativa de apoio financeiro aos Microempreendedores Individuais (MEI) para fortalecer o segmento durante a crise gerada pela pandemia. Com o intuito de sustentar a economia e proteger os trabalhadores independentes, foi estabelecido um auxílio de R$ 1.412 para MEIs que estão em dia com suas obrigações fiscais.

Mantenha suas contribuições em dia

Para ter acesso ao auxílio, é fundamental que os MEIs mantenham suas contribuições mensais regularizadas. O Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS-MEI) deve ser quitado até o dia 20 de cada mês. Essa regularidade é também a chave para se beneficiar de outros suportes, como auxílio doença e salário-maternidade.

Condições para Receber o Auxílio

  • O MEI deve estar com as contribuições em dia.
  • É necessário respeitar um período de carência de 10 meses após a inscrição no MEI.
  • O auxílio é equivalente ao salário mínimo e tem duração de quatro meses.
  • A solicitação deve ser feita diretamente ao INSS.

Como Solicitar o Benefício

Para fazer jus ao benefício, o MEI deve ter contribuído por no mínimo 10 meses. As regras para o salário-maternidade são claras: o suporte é destinado não apenas às mulheres que se afastam do trabalho por motivos de maternidade, mas também em casos de adoção ou guarda judicial, tanto para mulheres quanto para homens, incluindo os Microempreendedores Individuais.

Situações Cobertas pelo Salário-Maternidade:
  • Parto, incluindo natimorto.
  • Adoção ou guarda judicial para fins de adoção de crianças de até 12 anos.
  • Aborto espontâneo ou nos casos previstos em lei.
Para os Homens:
  • O benefício é concedido no falecimento da segurada ou segurado.
  • Adoção ou guarda judicial para fins de adoção.

Assuntos

MEI

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Calculadora — © Reprodução/Ilustração
Economia
Prazo para aderir ao Desenrola Brasil e negociar dívidas é prorrogado por mais 60 dias

Prazo serve para casos em que a pessoa tenha sido negativada entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022, não ultrapassando o valor de R$ 20 mil por dívida.


Pessoa contando as dividas - @Reprodução
Economia
Prazo para aderir ao programa Desenrola e negociar dívidas termina hoje

A negociação vale para casos em que a pessoa tenha sido negativada entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022, não ultrapassando o valor de R$ 20 mil por dívida


Mulher navegando no site do Desenrola Brasil - @Reprodução
Economia
Desenrola Brasil; Confira o prazo final

Adesão ao Desenrola Brasil: Últimos dias para renegociar suas dívidas com condições especiais. Não perca o prazo final!


Mulher navegando no site do Desenrola Brasil - @Reprodução
Economia
Desenrola Brasil: Veja o último dia para renegociar suas dívidas

Último dia para renegociar dívidas pelo Desenrola Brasil é 20 de maio. Aproveite os descontos e condições facilitadas para regularizar sua situação financeira.


Veicúlos que pagarão o novo DPVAT- @Reprodução
Economia
Novo DPVAT; Saiba qual o valor para carro e moto

A cobrança do SPVAT, o novo DPVAT, deverá começar em 2025, após a regulamentação necessária.