Alagoas

Número de mortes por acidentes de trânsito reduz em 4,2% nas vias e rodovias de Alagoas

Levantamento de dados em 2023 mostram que o estado voltou a reduzir as estatísticas

Publicado:


Dados do RENAEST são tratados pelo Detran Alagoas com informações de demais órgãos | © Leandro Santos / Ascom Detran
Dados do RENAEST são tratados pelo Detran Alagoas com informações de demais órgãos | © Leandro Santos / Ascom Detran

Depois de dois anos consecutivos de aumento nas estatísticas de mortes no trânsito, Alagoas reduziu em 4,2% o número de óbitos nas vias urbanas e rodovias estaduais, em 2023. O Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran) foi o primeiro órgão do nordeste a fazer o cadastro dos dados, do ano passado, no Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (RENAEST), da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).

Ao analisar os dados, foi verificada a redução de 4,2% no número de óbitos, em comparação ao ano de 2022, caindo de 644 para 617 vítimas, sendo a maior parte dos óbitos de motociclistas, com 329 mortes, o que representa 53% do total.

Para Marco Fireman, diretor-presidente do Detran, a redução é uma boa notícia – são 27 vidas salvas – mas o número ainda é elevado. “Nossa meta é reduzir esse índice em, no mínimo, 10% ao ano. E temos que trabalhar muito para atingirmos essa meta, por isso precisamos de um conjunto de ações integradas que influenciam essa redução, como ações de fiscalização, melhorias estruturais em rodovias estaduais, federais e vias urbanas, além das ações de conscientização junto aos condutores e pedestres. Quando juntamos todos esses fatores conseguimos entender como deveremos agir para reduzir o número de vítimas, e isso nos mostra que precisamos continuar investindo para salvarmos cada vez mais vidas em Alagoas”, afirmou.

Em 2023, foram registrados 3.158 sinistros de trânsito, envolvendo 5.874 veículos, com a maior quantidade de sinistros no corredor das avenidas Fernandes Lima e Durval de Goés Monteiro, em Maceió, e nas rodovias estaduais AL-101 Sul e AL-220.

Principais tipos de sinistros – As colisões traseira, transversal e lateral, seguidas dos choques e das colisões frontais, são os principais tipos de sinistros nas vias e rodovias de Alagoas, de acordo com Renan Silva, chefe de Segurança de Trânsito do Detran.

A subchefe de Estudos de Acidentes do Detran, Ana Paula Fortes, destaca que o  RENAEST possibilita a identificação das maiores causas de sinistros nas rodovias estaduais e vias urbanas de Alagoas, relatados nos boletins de sinistros de trânsito. “As principais causas são a desobediência às normas de trânsito, a falta de atenção do condutor e não guardar distância de segurança”, afirmou.

Os dados do RENAEST são tratados pelo Detran Alagoas com informações dos demais órgãos que registram boletins de ocorrência de sinistros de trânsito como o Batalhão de Polícia Rodoviário (BPRV) da Polícia Militar de Alagoas, 3° e 11º Batalhão da PMAL, Polícia Civil e as Superintendências Municipais de Transporte e Trânsito (SMTTs).

*Com Agência Alagoas

Assuntos

AlagoasRodovias

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Deputado Cabo Bebeto - @BR104
Alagoas
Especialistas criticam PL de Cabo Bebeto que cria “Bolsa arma de fogo” para mulheres

O Projeto de Lei também sugere uma campanha com o lema "Uma Mulher Armada é uma Mulher Segura"


Imagem ilustrativa de uma médica - @Reprodução
Alagoas
Quem é a falsa médica que atendia em consultório de luxo em Maceió

A ação foi desencadeada após o Conselho Regional de Medicina de Alagoas (CRM-AL) denunciar a atividade ilegal.


canto sertanejo - @Reprodução
Alagoas
Quem é Danilo Oliveira, cantor de Maceió que andou a pé até Joaquim Gomes

Segundo relatos da esposa, Jaciane Ananias, ao TNH1, Danilo pedalou por quilômetros antes de sua bicicleta quebrar, forçando-o a prosseguir a pé


Imagem ilustrativa de criança vítima de estupro | © Reprodução
Alagoas
Homem é condenado a mais de 49 anos de prisão por ter estuprado enteada em AL

O caso aconteceu em São Miguel dos Milagres, Litoral Norte de Alagoas.


Jair Bolsonaro - @Reprodução
Alagoas
Bolsonaro recebrá título de cidadão honorário de Alagoas

O evento para a entrega da honraria está previsto para ocorrer às 17h, no plenário da Assembleia Legislativa.