Totem instalado na entrada de União dos Palmares vira alvo de questionamento

O fato se deu pela escolha das cores, que segundo internautas, 'são inversas as da bandeira da cidade'


Publicado em: 08/10/19 às 15:50 por Redação | BR104 | Atualizado em 09/10/2019 às 7:05



Segundo internautas, cores são opostas as da bandeira da cidade — © Gustavo Lopes/BR104

União dos Palmares — Um totem instalado na entrada principal do município de União dos Palmares, na Zona da Mata de Alagoas, virou motivo de questionamento nas redes sociais. Isto, porque as cores que foram aplicadas – amarela, verde, branca e vermelha – são inversas as da bandeira da cidade, bem como a sua representação, afirmam internautas.

As cores da bandeira da cidade são vermelha, branca e verde, respectivamente, e representam a cultura, a agricultura e o expoente econômico local. A cor preta, por sua vez, representa a origem cultural, simbolizada pela história do Quilombo dos Palmares, que teve como figura principal o herói negro Zumbi dos Palmares.

Na internet, o suposto erro provocou reações. “Bonito! Nem a prefeitura sabe a sequência de cores da bandeira”, escreveu um internauta. Mas há, também, quem defendeu a escolha: “Pelo amor de Deus e o que importa as cores .. se eu fosse o prefeito tinha pintado de preto.. reclame menos e façam mais pelo próximo” [SIC], declarou outro.

+ Zumbi dos Palmares e Serra da Barriga são temas de série da Netflix 

Ao BR104, a assessoria de comunicação explicou que proposta de cores do totem foi definida por uma arquiteta, e que a mesma não escolheu o esquema de cores pela ordem que está na bandeira da cidade, mas sim “pelo fato das cores escolhidas terem mais visibilidade e ficarem melhor ajustadas”.

“Claro que a proposta é saudar, homenagear as cores da bandeira do município, mas não significa propriamente que é necessário seguir uma ordem de cores que está na bandeira. Mas claro, sabemos que é impossível agradar a todos. Se as cores fossem na mesma ordem da bandeira, provavelmente alguém estaria criticando também”, disse.