publicidade
publicidade
União dos Palmares

Descaso: 8 anos após enchente, famílias ainda esperam receber casa do Programa da Reconstrução

Assim como dona Ivaldete, que mora de favor e nunca recebeu sua casa própria, outras pessoas vivem a mesma situação

Publicado: | Atualizado em 27/12/2018 10:07


União dos Palmares – O programa de reconstrução do Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal e da Secretaria de Infraestrutura (SEINFRA), foi o responsável pela construção das 2.267 casas destinadas às vítimas da enchente de 2010, que tiveram suas antigas moradias destruídas pela cheia que devastou o município de União dos Palmares, na Zona da Mata de Alagoas.

De lá pra cá, já se passaram oito anos e muitas casas que deveriam estar ocupadas pelas famílias que vivem na parte periférica da cidade, em condições desumanas, simplesmente estão abandonadas. Muitos receberam os imóveis, mas segundo relato dos próprios moradores, nunca conseguiram usufruir do bem.

Enquanto isso, muitas famílias sofrem na espera por uma casa própria e nunca foram contempladas. É o caso da dona Ivaldete Maria dos Santos, que conhecemos durante a reportagem do BR104. Ela mora de favor numa casa simples no bairro Roberto Correia de Araújo, popularmente conhecido por “Terrenos”.

+ JHC gastou R$ 1,5 milhão da cota parlamentar; quase metade com publicidade

Ela tem um problema de saúde nas pernas que a impede de andar, mas mesmo assim, segundo ela, muitas foram as vezes em que enfrentando as dificuldades, precisou sair de casa para levar os documentos até a equipe responsável pelo cadastro das casas, na esperança de ser chamada para ir morar na sua nova residência. Mas desde que os chamados começaram a ser feitos, ela nunca foi contemplada.

Dona Ivaldete não consegue segurar o choro ao falar do drama que precisa enfrentar todos os dias, e emocionada, diz que tem esperança de ganhar sua casa própria, já que o lugar onde mora é emprestado. Ela também nos disse que quando chove, a água do esgoto entra dentro de casa e molha tudo, piorando ainda mais o seu estado de saúde.

Quando chove, aqui molha tudo. A gente bota panela, balde e faz de tudo para que as coisas que a gente já compra caro, não molhem. Eu espero ganhar minha casa. A gente fez o cadastro pra ganhar, né? Um dia a gente ganha“, desabafou a aposentada.

A casa onde ela mora atualmente com sua família só tem um quarto, e para dormir é preciso “dá um jeito” e se acomodar onde dá. Na parte do quintal, dona Ivaldete precisou fazer um batente para tentar dá um jeito para que a lama do esgoto não entre dentro da residência. Tudo, sem nenhuma ajuda, apenas com o dinheiro da sua aposentadoria, única fonte de renda de toda a família.

Saindo da casa dela, nossa reportagem procurou a Secretaria Municipal de Defesa Civil do município de União dos Palmares para saber como anda o processo de entrega das casas a essas famílias, e também em busca de respostas sobre as casas abandonadas, encontradas por nossa equipe, mas ninguém foi localizado para falar sobre o assunto.

veja também

Jovem agoniza até a morte após ser alvejado em União dos Palmares | © BR104
União dos Palmares
Jovem agoniza até a morte após ser atingido por disparos de arma de fogo em União

O crime aconteceu no bairro Roberto Correia de Araújo, em União dos Palmares, cidade da Zona da Mata alagoana.


Vereador Nenzinha, distribui alimentos para famílias afetadas por chuvas em União dos Palmares | © Assessoria
União dos Palmares
Nenzinha distribui lanches para crianças e visita famílias afetadas pela enchente em União

O vereador por União acompanhou de perto o drama das famílias que foram afetadas pela enchente no município.


Bruno Lopes | © Reprodução
Chuvas em Alagoas
Ex-vereador Bruno Lopes destaca ação de profissionais e voluntários nas enchentes

"Esses profissionais poderiam estar em casa, mas estão trabalhando incansavelmente, dia e noite, para diminuir o sofrimento das pessoas", disse.


Homem carregando botijão de água | © Imagem ilustrativa
União dos Palmares
Após enchente em União, comerciantes chegam a cobrar R$ 30 no botijão de água

A população tem se queixado do preço abusivo que vem sendo cobrado por itens específicos em alguns estabelecimentos da cidade.


Gato é resgatado após sobreviver a enchente em União dos Palmares | © Reprodução
União dos Palmares
Gato é resgatado após sobreviver à enchente em União dos Palmares

O animal, diante do momento desesperador em que se encontrava, buscou se abrigar em cima de uma pilastra do muro de uma igreja evangélica.