Trânsito

Perdeu a placa do seu veículo? Detran AL explica como proceder durante o período chuvoso

Proprietários devem fazer um Boletim de Ocorrência e realizar o serviço de vistoria no órgão estadual.

Publicado:


O uso do veículo sem as placas de identificação é proibido | @ Divulgação
O uso do veículo sem as placas de identificação é proibido | @ Divulgação

Com a chegada do período chuvoso, condutores acabam enfrentando alguns problemas mais comuns nessa época, como a perda das placas dos veículos durante situações de alagamento. O uso do veículo sem as placas de identificação é proibido e é considerado uma infração gravíssima. Por isso, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran) explica como agir em casos como esse, destacando as diferenças de procedimento entre as placas Mercosul e placas regionais.

Nos casos de perda da placa Mercosul, o primeiro passo é registrar um Boletim de Ocorrência online no site da Polícia Civil de Alagoas ou presencialmente em uma delegacia. Dessa forma, o proprietário fica resguardado caso aconteça a utilização indevida da placa por terceiros. Após realizar o B.O., o condutor deve acessar o site do Detran informando o número da placa e Renavam do veículo, emitir a guia do serviço de vistoria e, após o pagamento da guia, dirigir-se, sem a necessidade de agendamento, a uma das Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans), ao prédio sede do Detran, em Maceió, ou a uma Central Já! para realizar a vistoria.

Durante a vistoria, é necessário apresentar o Boletim de Ocorrência que relata a perda da placa. Depois dos procedimentos, o usuário deve ir a uma estampadora de placa, à sua escolha, onde a nova placa será instalada no veículo.

O subchefe de Renavam do Detran, Francisco Messias, alerta aos condutores para não fazer a recolocação por conta própria, caso encontrem a placa perdida. “É importante que o condutor se dirija ao Detran levando a placa junto ao veículo, para que seja avaliado se ela é original. A análise é feita através do código QR cadastrado em cada placa, que contém todas as informações de fabricação e rastreio, e assim podemos verificar sua autenticidade. Por isso, é prudente que o usuário a leve para realizar essa checagem e evite transtornos”, explica.

Para veículos que ainda possuem as antigas placas de cor cinza, o procedimento é diferente: o condutor, de posse do Boletim de Ocorrência, deve abrir um processo de alteração de dados no Detran, para que a placa seja modificada para o novo padrão Mercosul, conforme a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) Nº 969. Todos os detalhes sobre essa modificação estão disponíveis neste link: https://www.detran.al.gov.br/conteudo/procedimentos-detalhes/5762dfa08c36c704c4000001/.

*Com Agência Alagoas

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Automóvel envolvido em sinistro alerta para para boas práticas no trânsito | @ Ascom Detran
Trânsito
Simulação de acidente alerta para conscientização no trânsito durante o Maio Amarelo

Veículos foram expostos pelo Detran em seis pontos estratégicos de Maceió e Marechal Deodoro para alertar sobre a importância das boas práticas no trânsito


Resultado se deve às melhorias de infraestrutura na malha viária | @ Neno Canuto
Trânsito
Alagoas ocupa o 3º lugar com menos internações por sinistros de trânsito entre os estados

Levantamento do Ranking de Competitividade dos Estados, elaborado pelo Centro de Liderança Pública (CLP), analisa o ano de 2022


Número de mortes no trânsito registrado no primeiro trimestre deste ano é 10,5% maior do que o notificado no mesmo período de 2023 | @ Carla Cleto
Trânsito
Maio Amarelo: AL registra 167 mortes no trânsito no 1º trimestre e Sesau alerta para medidas preventivas

Número reforça importância da segurança no trânsito para reduzir óbitos e internações hospitalares.


Veículos trafegando no trânsito - @reprodução
Trânsito
Maio Amarelo: conscientização para a segurança no trânsito

O movimento busca conscientizar a sociedade sobre a importância da segurança no trânsito, com o objetivo de reduzir os índices de acidentes e mortes nas vias.


Também serão feitas intervenções urbanas, como laços do Maio Amarelo espalhados por cidades alagoanas | @ Fellipe Yuri / Ascom Detran
Trânsito
Maio Amarelo em Alagoas terá corrida de rua, seminário nacional e ações educativas

Entre as atividades, está a 2ª edição da Corrida Maio Amarelo, no dia 26 do próximo mês na orla da Ponta Verde, em Maceió