publicidade
publicidade
Tecnologia

Como garantir a segurança dos seus arquivos em caso de perca ou roubo do smartphone

Os arquivos podem ser recuperados pelo proprietário do dispositivo móvel mesmo após perca ou roubo

Publicado:


Qual atitude tomar no caso de perca ou roubo de um dispositivos (Créditos: Reprodução/Internet)
Qual atitude tomar no caso de perca ou roubo de um dispositivos (Créditos: Reprodução/Internet)

Ao bloquear o chip do seu smartphone, após a perca ou roubo do aparelho, as conversas obtidas em aplicativos de mensagens como WhatsApp, também são deletadas? É possível ter acesso ao aplicativo mesmo com o chip bloqueado?

De acordo com as perguntas e com as respostas de seguranças da informação, o bloqueio de chips em aparelhos celulares só servem para impedir sua conexão com a rede da operada habilitada. Não é possível impedir a usabilidade do eletrônico, nem mesmo o acesso as mensagens que foram armazenadas no celular. Incluindo qualquer tipo de armazenamento de arquivos dentro do aparelho como imagens, áudios e vídeos.

+ Jovem desenvolve luvas inteligentes que convertem linguagem de sinais em áudio

Ainda de acordo com especialistas, o ideal é utilizar o principal recurso disponibilizado pelo Google, o “Encontre meu dispositivo”, para usuários Android ou “Find my iPhone”, para usuários da Apple. Com esses recursos é possível ativar um bloqueio de acesso ao aparelho ou apagar todas as informações armazenadas no mesmo. Com esses processos, suas informações serão protegidas.

Uma outra forma de cancelar o aparelho em caso de perca ou roubo, é através do IMEI, que é um número de identificação existente em todos os celulares. Essa combinação de números também é útil em casos de roubo, perda ou até mesmo para receber os benefícios garantidos pelo fabricante.

Uma forma fácil de ser utilizada em qualquer telefone é a existência de um código universal que, quando inserido em qualquer aparelho, mostra automaticamente o IMEI na tela de qualquer smartphone. Digite (*#06#*), e automaticamente seu número de IMEI será exibido.

Inserindo o código universal para descobrir o IMEI de um telefone (Créditos: Reprodução/Internet)

Inserindo o código universal para descobrir o IMEI de um telefone (Créditos: Reprodução/Internet)

Localizar dispositivos pelo Google, como faço?

Acesse a página Encontre o meu dispositivo no Googleno caso de aparelho com sistema operacional Android, e certifique-se do e-mail e senha que é utilizado no smartphone para obter as configurações do aparelho. No caso de usuários iPhone acesse a página Find my iPhone, e faça os procedimentos de bloqueio ou rastreamento do aparelho.

Para que seu aparelho permaneça de uma forma mais segura ative uma senha de segurança de acesso. Esse tipo de configuração de senha com criptografia já vem ativada de fábrica nos aparelhos mais recentes, podendo ajudar em alto nível a segurança do dispositivo.

+ WhatsApp limita quantidade de reenvio de mensagens para 5 destinatários

Porém, esse tipo de configuração de senhas nem sempre funciona quando o assunto é roubos, o ladrão poderá exigir que você faça o desbloqueio do aparelho.

Os serviços de localização de dispositivos do Google e Apple, permite que o usuário coloque uma mensagem na tela de bloqueio do celular. Com essa mensagem, você pode ter a sorte do seu dispositivo ter caído nas mãos de uma boa pessoa, e através de sua mensagem, ela possa ter informações de como lhe devolver o aparelho.

Antivírus para celular Ou as próprias configurações dos dispositivo (Créditos: Reprodução/Internet)

Antivírus para celular Ou as próprias configurações dos dispositivo (Créditos: Reprodução/Internet)

Antivirus dentro dos smartphones

Os dispositivos com sistemas operacional Android já estão vem com um suíte de proteção chamado, Google Play Project. Porém, algumas fabricantes de celulares instalam antivírus como complementos de terceiros, muito desses aplicativos são de grandes fabricantes de antivírus já conhecidas no mercado.

Com isso, a instalação de um antivírus em celulares com Android, são opcionais. Por outro lado, existem vários tipos de ataques em curso nos dispositivos Android, sendo que a grande maioria desses ataques podem ser evitadas com a mínima cautela nas instalações de app, ou acesso de links compartilhados.

Com isso, para ataques comuns as proteções embutidas dentro do Android, protege de uma forma razoável seu dispositivo. Mesmo que o usuário não tenha instalado algum antivírus, o aparelho não fica desprotegido.

Os antivírus normalmente tem um certo impacto no desempenho e na  durabilidade da  bateria no smartphone. Com isso, a não instalação de antivírus no dispositivo Android pode ser uma decisão aceitável.

Em todo caso, ter cautela com links que estão sendo acessados são primordiais independentemente das configurações do aparelho.

veja também

Hidroweb Mobile | © Ícaro Chavarria/BR104
Tecnologia
ANA disponibiliza app gratuito com dados de rios e chuvas nas regiões ribeirinhas

O aplicativo disponibilizado pela ANA trás dados sobre os rios e chuvas nas regiões ribeirinhas. O download é gratuito.


Google | © Reprodução
Tecnologia
Google doa cerca de R$ 1,2 milhão às regiões afetadas pelas chuvas

O Google irá destinar o montante de 250 mil dólares, aproximadamente R$ 1,2 milhão na cotação atual, às regiões afetadas pelas chuvas.


Mensagem Twitter | © Reprodução
Tecnologia
É falso que Twitter tenha modificado cores do ícone curtir

De acordo com as informações, a nova atualização acontece após o empresário Elon Musk comprar a plataforma.


Reação em mensagens do WhatsApp | © Reprodução
Tecnologia
Reações em mensagens faz parte de nova atualização do WhatsApp

Além das reações, o aplicativo passa a permitir o envio de arquivos de até 2GB.


TikTok | © Reprodução
Tecnologia
TikTok pretende dividir receita com usuários da plataforma

A plataforma pretende dividir a receita com usuários com 100 mil inscritos ou mais.