publicidade
publicidade
Saúde

União dos Palmares perderá 5 médicos cubanos após fim do acordo

A previsão é que os médicos continuem atuando no Brasil até Dezembro deste ano.

Publicado: | Atualizado em 27/12/2018 08:17


publicidade
publicidade
publicidade

Com o anúncio feito pelo governo de Cuba de que o pais está saindo do programa Mais Médicos, criado pelo governo Brasileiro durante o mandato da então presidente Dilma Roussef, a preocupação agora é como será feito o atendimento nos lugares mais remotos do Brasil, antes atendidos pelos médicos cubanos.

Ao todo, mais de oito mil médicos estavam exercendo a profissão no país depois do acordo firmado entre os dois países.

A decisão foi anunciada depois de o presidente eleito, Jair Bolsonaro, ter dito que pretende modificar os termos do acordo.

Só no município de União dos Palmares que tem aproximadamente 70 mil habitantes,  5 médicos cubanos  prestam atendimentos a população Palmarina e deverão deixar a cidade.

No município de Santana do Mundaú, o atendimento também será afetado. Com uma população de pouco mais de 10 mil habitantes, segundo o último senso feito pelo IBGE, em 2010, a cidade contava com a presença de uma médica cubana.

Ao todo, 132 médicos Cubanos devem fazer as malas e deixar Alagoas. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), os médicos atuavam em 70 cidades alagoanas, principalmente nas regiões do Agreste e Sertão nas mais diversas especialidades.

O programa Mais Médicos foi criado no dia oito de Julho de 2013 com o objetivo de suprir a carência de médicos nos municípios do interior e nas periferias das grandes cidades do Brasil.

Segundo o Ministério da Saúde, será feito um edital de convocação para médicos interessados nas vagas deixadas pelos cubanos e será dado prioridade aos  candidatos brasileiros formados no Brasil e, depois, para os formados no exterior.

A previsão é que os médicos continuem atuando no Brasil até Dezembro deste ano.


publicidade
veja também

Hospital São Vicente de Paulo | © Reprodução
União dos Palmares
Hospital São Vicente retorna com atendimento na Maternidade Santa Catarina

Os atendimentos na maternidade haviam paralisados na última quarta-feira (22/06), devido a falta de cumprimento de acordo salarial.


Enfermeira vacinando criança – © Assessoria
Saúde
Covid-19: SESAU alerta sobre aumento de casos em crianças

O comunicado foi divulgado nesta terça-feira (21/06), por meio das redes sociais da SESAU.


Equipes monitoram terrenos baldios na Capital | © Assessoria
Maceió
Fiscalização em terrenos baldios intensificam combate ao Aedes aegypti em Maceió

Município já emitiu 43 notificações e mantém sob monitoramento mais de 2.300 terrenos.



Variola dos Macacos - @Reprodução
Saúde
Varíola dos macacos e Covid-19; especialista explica a relação de transmissão

Para a infectologista Luana Araújo, "a varíola dos macacos está longe de ser como a [transmissibilidade] da Covid".


publicidade