Saúde

Projeto Sorriso de Plantão abre processo seletivo para estudantes atuarem como palhaços de hospital

Estudantes universitários de todos os cursos e instituições podem participar da seleção; inscrições seguem até dia 27 de fevereiro

Publicado:


Caracterizados como palhaços de hospital, os integrantes devem disponibilizar dois sábados quinzenais para realizar um plantão de 3 horas | © Sorriso de Plantão
Caracterizados como palhaços de hospital, os integrantes devem disponibilizar dois sábados quinzenais para realizar um plantão de 3 horas | © Sorriso de Plantão

O Sorriso de Plantão, projeto de extensão da Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal) e da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), está com inscrições abertas para estudantes atuarem como palhaços de hospital. O edital está disponível no site sorrisodeplantao.com.br/participe e as inscrições estão abertas até o dia 27 de fevereiro.

Caracterizados como palhaços de hospital, os integrantes devem disponibilizar dois sábados quinzenais para realizar um plantão de 3 horas nos hospitais de atuação do projeto. Atualmente, o Sorriso de Plantão promove atividades no Hospital Universitário Professor Alberto Antunes (HUPAA/UFAL), Hospital Geral do Estado de Alagoas (HGE-AL), Hospital Escola Dr. Hélvio Auto (HEHA/Uncisal), Santa Casa de Misericórdia de Maceió – Unidade Farol, Hospital da Criança e o Hospital Metropolitano de Alagoas.

Um dos requisitos para participar é estar devidamente matriculado em alguma instituição de ensino superior, não estar no penúltimo ou último ano do curso e apresentar o cartão de vacina atualizado (Covid – 19, Hepatite B, dT, Tríplice Viral e Varicela para as pessoas que não tiveram catapora).

Com 60 vagas disponíveis para o ciclo 2024/2025, a coordenadora do projeto, professora Maria Rosa, explicou que o processo seletivo é dividido em três fases: prova escrita, apresentação artística e entrevista. “A prova escrita consta de três questões abertas sobre situações que ocorrem durante os plantões e os candidatos devem explicar como reagiriam a elas. Já na apresentação artística, o candidato pode contar uma história, dançar, declarar poema ou qualquer outra forma de interação com uma criança no ambiente hospitalar”, afirmou.

“Através da ludoterapia, o Sorriso de Plantão leva muita música e brincadeiras para os hospitais. Os estudantes transformam as tardes dos pacientes em ambientes mais leves e acolhedores, marcando a vida dos internos, familiares e profissionais da unidade hospitalar”, disse a coordenadora do projeto.

O último processo seletivo do Sorriso de Plantão recebeu mais de 150 inscrições. Para Maria Rosa, a expectativa é superar esse quantitativo. “Neste ano tão especial quando o projeto completa 22 anos de atividades, o Sorriso de Plantão promete muitas novidades para os seus integrantes e para o público em geral nos próximos meses de atividades”, destaca.

Sobre o projeto

O projeto de extensão universitária Sorriso de Plantão é vinculado à Uncisal e à Ufal, mas acadêmicos de todos os cursos e instituições podem participar. Com o início das atividades em 2002, o Sorriso de Plantão já beneficiou mais de 100 mil pacientes e se tornou pioneiro em Alagoas no campo de Promoção à Saúde na Atenção Terciária.

O Sorriso de Plantão também se tornou uma referência para as universidades,  com produções acadêmicas, apresentações em congressos nacionais e internacionais, além de publicações em revistas de alto impacto, influenciando, também, trabalhos de conclusão de curso, residências, mestrados e doutorados.

*Com Agência Alagoas

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Automedicação pode agravar sintomas, por isso é importante procurar atendimento médico. Foto: Reprodução/Internet
Saúde
Saúde de Maceió alerta para riscos da automedicação em suspeita de dengue

Especialista orienta população a procurar atendimento médico no caso de sintomas que possam ser associados à doença


Campanhas Março Amarelo, Azul e Lilás | @ IPE Saúde
Saúde
Amarelo, Azul e Lilás: Março é marcado por três campanhas de conscientização

A cor amarela representa a endometriose, a azul-marinho o câncer colorretal e a lilás câncer de colo de útero.


Paciente com diabetes - @Reprodução
Saúde
Aposentadoria por diabetes: Entenda o projeto que pode transformar diabetes em deficiência

O tratamento de diabetes tipo 1 envolve monitoramento rigoroso dos níveis de glicose no sangue e administração adequada de insulina


Especialistas não recomendam usar anti-inflamatórios, corticoides e antibióticos em casos de suspeita ou diagnóstico de dengue | © Carla Cleto / Ascom Sesau
Saúde
Sesau alerta para medicamentos contraindicados em caso de dengue

Automedicação pode piorar o quadro viral do paciente e prejudicar o tratamento adequado


Mulher com nauseas comendo espaguete - @Reprodução
Saúde
Aprenda a identificar se a comida está estragada

Entenda quando é seguro consumir determinado alimento