publicidade
publicidade
Saúde

Pressão alta afeta mais de 38 milhões de brasileiros

Nesta terça-feira (26/4), acontece o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial.

Publicado: | Atualizado em 26/04/2022 10:31


publicidade
publicidade
publicidade
Enfermeira aferindo pressão arterial de idoso | © Reprodução/Ilustração
Enfermeira aferindo pressão arterial de idoso | © Reprodução/Ilustração

Nesta terça-feira (26/4), é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, que visa educar a população sobre a importância da prevenção e dos cuidados com um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares, a hipertensão arterial.

A data foi instituída pela Lei nº 10.439/2002. Segundo dados do Ministério da Saúde, mais de 38 milhões de pessoas sofrem com essa doença no Brasil. O grande perigo é que, em 99,9% dos casos, ela não apresenta sintomas, sendo muitos deles descobertos somente com a aferição regular da pressão.

Ainda conforme o Ministério, a doença também é responsável por, pelo menos, 40% das mortes por acidente vascular cerebral (AVC), por 25% das mortes por doença arterial coronariana e, em combinação com o diabete, 50% dos casos de insuficiência renal terminal.

Também conhecida como “pressão alta”, a hipertensão é uma doença crônica não transmissível (DCNT), caracterizada pela “elevação sustentada dos níveis de pressão arterial, acima de 140×90 mmHg (milímetro de mercúrio), popularmente conhecida como 14/9”, conforme descreve a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde.

Alguns sintomas que indicam o aumento da pressão são a tontura, a falta de ar, as palpitações no coração e alteração na visão. Mas o que causa a hipertensão arterial? Os fatores são diversos. Pode ser por causa do sedentarismo, de uma alimentação rica em produtos com sódio e até por causa da genética.

É importante lembrar que a hipertensão arterial não tem cura e, por isso, deve ser tratada.

Prevenção e controle

A adoção de um estilo de vida saudável é um fator muito importante tanto na prevenção da hipertensão arterial quanto no tratamento, como medidas de auxílio para o seu controle. Por isso, é tão importante o autocuidado para a promoção da saúde.

Ter um tempo para você, se alimentar bem, praticar alguma atividade física, ler, ter momentos de lazer, tudo isso será fundamental para o controle da pressão arterial e da sua saúde.

Seguem abaixo algumas medidas de autocuidado importantes para manter a pressão arterial adequada:

– manter o peso adequado, se necessário, mudando hábitos alimentares;

– não abusar do sal, utilizando outros temperos que ressaltam o sabor dos alimentos;

– praticar atividade física regular;

– aproveitar momentos de lazer;

– abandonar o fumo;

– moderar o consumo de álcool;

– evitar alimentos gordurosos;

– controlar o diabetes.

publicidade
veja também

Enfermeira vacinando criança – © Assessoria
Saúde
Covid-19: SESAU alerta sobre aumento de casos em crianças

O comunicado foi divulgado nesta terça-feira (21/06), por meio das redes sociais da SESAU.


Equipes monitoram terrenos baldios na Capital | © Assessoria
Maceió
Fiscalização em terrenos baldios intensificam combate ao Aedes aegypti em Maceió

Município já emitiu 43 notificações e mantém sob monitoramento mais de 2.300 terrenos.



Variola dos Macacos - @Reprodução
Saúde
Varíola dos macacos e Covid-19; especialista explica a relação de transmissão

Para a infectologista Luana Araújo, "a varíola dos macacos está longe de ser como a [transmissibilidade] da Covid".


Aline Barbirato e Marcy Nobre | © Assessoria
Saúde
Odontólogas empreendem na pandemia e se tornam referência em harmonização facial

Elas tiveram que enfrentar desafios, como saber conciliar a rotina do trabalho com as tarefas domésticas e a assistência à família.


publicidade