publicidade
publicidade
Saúde

Precisou de emergência? Saiba qual unidade hospitalar buscar para receber atendimento

Usuário deve se deslocar para uma unidade específica de acordo com o tipo do problema de saúde,

Publicado: | Atualizado em 10/01/2019 15:48


Sesau orienta sobre qual unidade hospitalar buscar para receber atendimento (Crédito: Carla Cleto)
Sesau orienta sobre qual unidade hospitalar buscar para receber atendimento (Crédito: Carla Cleto)

Saúde – Muitas pessoas têm dúvida na hora de uma emergência, por não saberem para onde se dirigir no momento de buscar atendimento médico. O Sistema Único de Saúde (SUS) é formado por unidades básicas, média e de alta complexidade, onde cada uma funciona de forma a atender casos dentro de uma esfera específica de gravidade..

Nos municípios, as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) são responsáveis pela Atenção Primária em Saúde, que representam a porta de entrada para o SUS. Os gestores municipais devem gerenciar as Unidades Básicas de Saúde (UBS), conhecidas popularmente como postos de saúde, onde o usuário recebe acompanhamento médico de rotina, pode aferir a pressão arterial, ter acesso à prescrição de receitas e atualizar o calendário vacinal.

Em casos que precisam de uma atenção redobrada, como uma crise de cefaleia, febre e náuseas, vômitos e diarreias, além de dor na garganta, os usuários devem procurar as Unidades de Pronto Atendimento (UPA).

As UPA’s são gerenciadas pelos municípios e mantidas com recursos do governo federal, estadual e municipal, atendendo também pacientes com hiperglicemia, dor muscular, dor na coluna, inflamação das vias aéreas, cólicas menstruais, distúrbio neurovegetativo e astenia.

Casos de asma, convulsão, cólica renal e biliar, diabetes e diarreia, virose, gastrite e acidente por instrumento perfuro cortante, que são mais graves, o atendimento deve ocorrer nos cinco Ambulatórios 24 Horas de Maceió, mantidos e gerenciados pelo Estado. Eles também atendem vítimas de mordida de animal peçonhento, pessoas com reações alérgicas, edema agudo de pulmão e envenenamento gastrointestinal.

+ ‘Janeiro Roxo’ irá conscientizar a população sobre hanseníase em Alagoas

Segundo a gerente de Atenção Pré-Hospitalar da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Eliza Barbosa, o Hospital Geral do Estado (HGE) é destinado a atender casos de alta complexidade, como pacientes politraumatizados e vítimas de acidentes automobilísticos. Também são atendidas vítimas de AVC em estado grave, com hemorragia digestiva alta, diabetes, perfuração por arma de fogo, insuficiência cardíaca congênita, perfuração por arma branca, apendicite, acidentes de moto, trabalho e carro, atropelamento, afogamento, queimados, problemas ortopédicos e vítimas de tentativas de suicídio.

“Seguindo estas orientações, o atendimento ocorre de forma satisfatória, nenhum paciente irá demorar mais do que o tempo preconizado para receber atendimento e a assistência se dará de forma ágil, eficiente e humanizada, conforme determina a missão do SUS”, ressaltou a gerente de Atenção Pré-Hospitalar da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), Eliza Barbosa.

*com assessoria

veja também

Canabidiol | © Reprodução
Alagoas
Cannabis Medicinal: Câmara analisa texto de PL que trata sobre o tema nesta quinta (30)

A proposta tem sido um tema polêmico no Brasil nos últimos dias.


Hospital São Vicente de Paulo | © Reprodução
União dos Palmares
Hospital São Vicente retorna com atendimento na Maternidade Santa Catarina

Os atendimentos na maternidade haviam paralisados na última quarta-feira (22/06), devido a falta de cumprimento de acordo salarial.


Enfermeira vacinando criança – © Assessoria
Saúde
Covid-19: SESAU alerta sobre aumento de casos em crianças

O comunicado foi divulgado nesta terça-feira (21/06), por meio das redes sociais da SESAU.


Equipes monitoram terrenos baldios na Capital | © Assessoria
Maceió
Fiscalização em terrenos baldios intensificam combate ao Aedes aegypti em Maceió

Município já emitiu 43 notificações e mantém sob monitoramento mais de 2.300 terrenos.