Saúde

Hospital da Criança realizou mais de 25 mil consultas desde sua inauguração

Unidade aberta em 2022 oferece atendimentos especializados e ambulatoriais para as crianças alagoanas

Publicado:


Hospital realizou mais de 25 mil consultas e 98 mil exames desde sua inauguração | © Marco Antônio / Ascom Sesau
Hospital realizou mais de 25 mil consultas e 98 mil exames desde sua inauguração | © Marco Antônio / Ascom Sesau

O Hospital da Criança de Alagoas totalizou 25.536 consultas desde sua abertura, em abril de 2022. A unidade, localizada no bairro do Jacintinho, dispõe de uma linha de cuidados em pediatria com atendimentos especializados e exames.

O diretor médico da unidade, Roney Damacena, explicou que o hospital conta com 64 leitos, sendo 54 clínicos e 10 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Pediátrica, além de duas salas de cirurgia e área para o atendimento às vítimas de violência sexual.

“O HC dispõe, ainda, de Centro de Diagnóstico por Imagem, com ultrassonografia, ecocardiografia e raios-X, laboratório de análises clínicas, agência transfusional, sala de reposição enzimática, serviço de nutrição e dietética e um lactário além de mais 30 especialidades na área da pediatria, como neurologista, nefrologistas e infectologistas”, destacou o diretor.

Além do número de consultas, o Hospital da Criança de Alagoas realizou 98.047 exames laboratoriais e cuidou do internamento 345 pacientes em leitos de UTI e 2.921 na enfermaria.

“São números que atestam a confiança da população em uma unidade que apesar de ter sido recentemente inaugurada já se estabeleceu como um referencial no atendimento pediátrico, não apenas de Maceió, mas de todo o Estado”, destacou o secretário estadual de saúde, Gustavo Pontes de Miranda.

A excelência do atendimento no Hospital da Criança de Alagoas pode ser constatada pela senhora Maria dos Santos, residente de Batalha, que vem a unidade para tratamento do neto que foi diagnosticado como Lúpus.  “Sou muito grata a toda a equipe do hospital que nos recebeu muito bem e estão acompanhando todo o tratamento do meu neto, que tenho certeza terá uma plena recuperação”, destacou.

Já a jovem Ana Carla dos Santos, levou sua filha Juliane dos Santos, para uma consulta com uma infectologista pediatra. “É uma consulta difícil de conseguir, mesmo na rede privada, e fiquei muito aliviada em ter no Sistema Único de Saúde (SUS) acesso de forma rápida e com um acolhimento humanizado”, ressaltou.

O gestor estadual da pasta de saúde, Gustavo Pontes de Miranda, lembrou, ainda, que o Hospital da Criança de Alagoas representa um marco no avanço da assistência no Estado. “Uma unidade que não deve nada aos melhores hospitais de Alagoas e tem recebido uma atenção especial do governo do estado, na figura do governador Paulo Dantas, por cuidar de nosso bem mais precioso que são as nossas crianças”, reforçou o secretário.

*Com Agência Alagoas

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Especialistas não recomendam usar anti-inflamatórios, corticoides e antibióticos em casos de suspeita ou diagnóstico de dengue | © Carla Cleto / Ascom Sesau
Saúde
Sesau alerta para medicamentos contraindicados em caso de dengue

Automedicação pode piorar o quadro viral do paciente e prejudicar o tratamento adequado


Mulher com nauseas comendo espaguete - @Reprodução
Saúde
Aprenda a identificar se a comida está estragada

Entenda quando é seguro consumir determinado alimento


Mosquito da dengue | © Reprodução
Saúde
Brasil pode bater recorde de 4,2 milhões de casos de dengue em 2024

Nos dois primeiros meses deste ano, já foram registrados 395.103 casos


Hidratação neste carnaval — © Reprodução
Saúde
Dicas para o Carnaval: Água e protetor solar são essenciais para os foliões no calor

O calor intenso pode ser desafiador para os foliões, mas é possível e necessário garantir a própria saúde e segurança adotando algumas precauções simples.


Reunião entre Sesau, Ministério da Saúde e governadores ocorreu por videoconferência | © Olival Santos
Saúde
Sesau apresenta dados da dengue em Alagoas para Ministério da Saúde

Casos diminuíram no comparativo dos anos entre 2022 e 2023