publicidade
publicidade
Saúde

Com potencial pandêmico, vírus Nipah tem taxa de mortalidade de 75%

Um garoto de 12 anos morreu em Kozhikode, no Sul da Índia, em decorrência do vírus.

Publicado: | Atualizado em 10/09/2021 17:15


Morcego na árvore - Foto: Reprodução
Morcego na árvore - Foto: Reprodução

Um garoto de 12 anos foi uma das primeiras vítimas registradas do vírus Nipah na cidade de Kozhikode, localizada no Sul da Índia.

A imprensa local noticiou que os pais do garoto procuraram atendimento médico ao perceber uma febre alta, que já durava mais de uma semana. Ao chegar ao hospital, o quadro evoluiu para um inchaço cerebral, levando a morte.

Segundo cientistas, o vírus Nipah tem potencial pandêmico e uma taxa de mortalidade de 75% que está preocupando autoridades de saúde local.

Os especialistas informaram que este vírus tem uma taxa de transmissibilidade inferior comparado ao novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Como o vírus Nipah ataca?

O vírus Nipah se inicia com dor de garganta, tosse, dores no corpo, fadiga e encefalite. O quadro pode evoluir para inchaço do cérebro, convulsões e morte.

A OMS emitiu um alerta para as autoridades de saúde da Índia, que rapidamente isolaram as 200 pessoas que tiveram contato com o garoto.

O vírus está classificado entre os 10 mais perigosos do continente. A Ásia já registrou outros surtos do vírus Nipah, que é transmitido através de morcegos, porcos e contato entre humanos.

veja também

Secretario Alexandre Ayres - @divulgacao
Saúde
Ayres sobre primeira cirurgia eletiva no Hospital Metropolitano: “Foi um sucesso”

Paciente foi submetida a uma cirurgia de retirada da hérnia epigástrica.


Secretario Alexandre Ayres - @divulgacao
Saúde
Ayres anuncia chegada de novos lotes da Pfizer e Coronavac

"Vacine-se, quando chegar a sua vez!" disse o secretário


Medicamentos - Ilustração
Saúde
Venda de antidepressivos cresce 34% em Alagoas

Psicóloga aponta violência doméstica, desemprego e isolamento como responsáveis pelo aumento do consumo desses medicamentos.


Cartão de vacina @Carla Cleto
Saúde
Tomei a vacina da Covid, mas perdi o cartão. E agora?

A secretária de Saúde de União dos Palmares, Geany Vergeth, explicou o que fazer.


Vacina contra a Covid-19 – © Voisin/Phanie/AFP
Saúde
Folha admite erro em matéria sobre vacinas vencidas

Segundo o editorial publicado pela Folha, a reportagem diz que errou por não reconhecer a possibilidade de uma falha no sistema do SUS.