Saúde

Aprenda a identificar se a comida está estragada

Entenda quando é seguro consumir determinado alimento

Publicado:


Mulher com nauseas comendo espaguete - @Reprodução
Mulher com nauseas comendo espaguete - @Reprodução

Em meio à correria do dia a dia, é comum nos depararmos com alimentos que ficaram esquecidos na geladeira por mais tempo do que deveriam. No entanto, saber se a comida está estragada pode ser crucial para evitar problemas de saúde. Mas como identificar isso?

Aqui estão algumas dicas e orientações para ajudá-lo a determinar se é seguro consumir determinado alimento.

1. Verifique a data de validade: Este é o primeiro passo ao analisar qualquer alimento. As datas de validade indicam até quando o produto pode ser consumido com segurança. Se a data já passou, é melhor descartar o alimento.

2. Observe mudanças na cor: Alimentos frescos geralmente têm cores vibrantes e naturais. Se você notar que a cor mudou para tons escuros, esverdeados ou acinzentados, é um sinal de que o alimento pode estar estragado.

3. Cheire o alimento: O odor é um indicador importante de que algo está estragado. Se um alimento tiver um cheiro desagradável, azedo, ou de mofo, é melhor não consumi-lo.

4. Preste atenção na textura: Alimentos frescos costumam ter uma textura firme e uniforme. Se você perceber que a textura mudou para algo viscoso, pegajoso ou com pontos duros, é provável que esteja estragado.

5. Confie nos seus sentidos: Se algo parecer errado com a comida, confie nos seus instintos. Mesmo que os sinais visuais e olfativos não sejam evidentes, se algo simplesmente não parecer certo, é melhor não arriscar.

6. Armazene corretamente os alimentos: Para evitar que os alimentos estraguem mais rapidamente, é importante armazená-los corretamente. Mantenha alimentos perecíveis na geladeira e siga as orientações de armazenamento fornecidas nas embalagens.

Identificar se a comida está estragada envolve uma combinação de fatores, incluindo data de validade, cor, cheiro, textura e seus próprios instintos. Seguir estas dicas simples pode ajudá-lo a evitar problemas de saúde e garantir que você e sua família consumam alimentos seguros e frescos.

Assuntos

Saúde

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Fogueiras devem ser evitadas em ambientes urbanos, recomenda especialista | @ Carla Cleto / Ascom Sesau
Saúde
Pneumologista do HGE alerta para o perigo das fumaças de fogueiras e fogos de artifício

Medidas de prevenção de acidentes e proteção são necessárias para um São João com mais saúde.


Gestantes participaram de um Mini Curso de Aleitamento Materno | @ Reprodução/Vídeo
Saúde
Ibateguara promove projeto de incentivo à amamentação

Projeto "Mame, amor em forma de alimento" foi direcionado às gestantes do terceiro trimestre.


Xilitol na colher - @Reprodução
Saúde
Estudo revela que adoçante pode aumentar risco de AVC e infarto; confira

Esses substitutos do açúcar são populares por terem menos calorias e não causarem picos de glicose no sangue.


Nova vacina contra a Covid-19 é a XBB 1.5 e já está disponível para a população | @ Divulgação
Saúde
Municípios alagoanos já estão aptos a vacinar com o novo imunizante da Covid-19

Vacina foi atualizada para garantir a proteção contra novas variantes da doença e está disponível nas Unidades Básicas de Saúde.


Mosquito da dengue | © Reprodução
Saúde
Alagoas contabiliza cinco mortes por dengue e mais cinco estão em investigação

Os cinco óbitos confirmados foram registrados nos municípios de Atalaia (1), Viçosa (1), Porto de Pedras (1), Rio Largo (1) e Maceió (1).