publicidade
publicidade
Saúde Pública

Raio-X dos suicídios em Branquinha aponta depressão como principal causa

Nos últimos dois meses, três casos de suicídios foram registrados na cidade

Publicado: | Atualizado em 27/12/2018 08:00


Branquinha – Uma cidade pequena no tamanho, mas com um grande problema. Muitos moradores da cidade de Branquinha estão sofrendo com problemas de depressão, a chamada “doença do século” que tem feito vítimas pelo mundo afora.

O município fica localizado na zona da mata de Alagoas e tem aproximadamente 13 mil habitantes. Apesar do número tão pequeno de pessoas, os problemas ligados à doença são muitos. Para se ter uma ideia, nos últimos dois meses, 3 casos de suicídio foram registrados na cidade, e em todos eles, a depressão aparece como principal fator.

A reportagem do portal BR 104, esteve na casa do seu Genésio e da dona Ana Josefa. Ela nos contou que sofre com a doença há oito anos. Segundo ela, conviver com a enfermidade é uma luta constante.

“A doença quando chega para o pobre é uma coisa triste, por que nós não temos dinheiro para o tratamento, comprar os remédios e tudo fica mais difícil”, desabafou a aposentada.

As causas que podem levar uma pessoa a cometer o suicídio são muitas, mas segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a depressão é a principal motivação.

De acordo com a psicóloga Jéssica Batista, a pessoa com depressão busca sempre se isolar. É nesta hora que a família desempenha um papel fundamental de orientação e aconselhamento.

“A depressão é uma doença que pode ter muitas motivações. Alguns sintomas que pode identificar uma pessoa depressiva são muitas, como: a falta de interesse na escola, o sono excessivo, a falta de concentração no trabalho, a perda do emprego, dentre muitos outros fatores que podem sinalizar que a pessoa precisa de ajuda”, declarou a psicóloga.

Segundo a profissional, o apoio e a presença da família são fundamentais no processo de recuperação da doença.

Casos recentes

Homem morre ao se jogar na frente de caminhão em Branquinha

Branquinha – Um homem foi atropelado por um caminhão no início da tarde desta terça-feira (11), em um trecho da BR-104, no município de Branquinha, localizado na Zona da Mata alagoana.

As primeiras informações dão conta de que a vítima, identificada como José João da Silva, 41 anos, se jogou na frente de um caminhão – de placa PDI-4510, que fazia o transporte de engradados de cerveja, e seguia no sentido da capital.

Uma vizinha de José – que não foi identificada, informou que a vítima tinha problemas mentais e que sofria com uma forte depressão.

De acordo com a assessoria de comunicação do Corpo de Bombeiros Militar, o helicóptero falcão (05) do CB foi acionado, mas chegando ao local, a vítima já tinha entrado em óbito.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está no local fazendo o isolamento da área e aguarda a chegada de agentes do Instituto Médico Legal (IML) para fazer o recolhimento do corpo.

Jovem esmagado por caminhão na BR-104 pode ter se suicidado

Um homem teve o corpo parcialmente dilacerado após um acidente, na tarde desta sexta-feira (2), em um trecho da BR-104, na cidade de Murici, Zona da Mata de Alagoas. A vítima estava em uma motocicleta, que se chocou frontalmente com um caminhão.

José Arthur Almeida de Lima, 19 anos, pilotava uma moto Honda Titan, cor vermelha e placa QLC-5386, e seguia no sentido Branquinha/Murici. Do lado contrário, vinha um caminhão baú, de placa MUU-9232, quando o motociclista perdeu o controle da moto e se chocou de frente com o veículo de grande porte.

Com o impacto da batida, a motocicleta em que a vítima estava, foi arrastada por mais de trinta metros e houve um princípio de incêndio, que com a ajuda de pessoas que passavam pelo local, as chamas foram apagadas.

As vítimas do caminhão, José Luiz de Lima, 60 anos, e Wellington Ferreira Silva de Lima, 35 anos, pai e filho, respectivamente, foram encaminhadas ao Hospital Geral Dagoberto Omena, em Murici, por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Wellington teve ferimentos leves e algumas queimaduras pelo braço e costas. Já seu pai, José, teve apenas uma leve queimadura nos pés.

Arthur, que residia no município de Branquinha, Zona da Mata alagoana, ficou embaixo do pneu do caminhão e teve parte do corpo esmagado. Informações passadas para a equipe de reportagem dão conta de que a intenção da vítima era cometer um suicídio.

Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM) e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBM/AL) estiveram no local, assim como o Instituto de Criminalística (IC) para realizar a perícia e, posteriormente, o recolhimento do corpo pelo Instituto Médico Legal (IML).

Assista o vídeo dessa reportagem na íntegra.

Segundo suicídio é registrado na cidade de Branquinha em menos de 48 horas

A Polícia Civil registrou no começo da noite deste domingo (04), o suicídio do agricultor Antônio Manoel por enforcamento. Recém separado, familiares da vítima notaram a mudança de comportamento dele que vivia arredio e pouco conversava com os parentes em casa.

Antônio Manoel ainda chegou a ser internado por duas vezes no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Murici, mas a aflição da família era uma constante, já que existe histórico de morte por suicídio entre eles.

Passava das 16h quando o pai, Manoel Antônio e o irmão Pedro, notaram a ausência do Antônio e em seguida, com a ajuda de vizinhos passaram a procura-lo nas imediações e, localizaram o corpo do trabalhador rural dependurado numa goiabeira já sem vida.

Para o delegado plantonista, Gustavo Henrique, essa situação chamou a atenção de muita gente, por se tratar do segundo caso de suicídio em menos de 48h no município de Branquinha. [O primeiro foi a morte do jovem Arthur Lima, que morreu ao se chocar com um caminhão.] É um crime já esclarecido em função das informações prestadas pela família da vítima, dando conta que ele vinha depressivo e que existe histórico na família desse tipo de comportamento.

Antônio Manoel será sepultado nesta segunda-feira,5, no cemitério de Santa Efigênia, município de Capela.

veja também

Ampola de remédios | © BR104
Saúde Pública
Enchente aumenta riscos de várias doenças; entenda

Algumas doenças podem ser transmitidas por picadas de mosquitos, e outras podem ser contraídas pela exposição à lama e a água contaminada.


Varíola dos macacos | © Reprodução
Saúde Pública
Varíola dos macacos: Sintomas, transmissão, vacinas e prevenção

Nesta matéria, você confere um breve resumo sobre a Varíola dos Macacos. A doença tem 90 casos confirmados em 12 países.


Sarampo | © Solidcolours
Saúde Pública
Casos suspeitos de Sarampo são registrados em alguns estados do Brasil

Após o Sarampo ser erradicado do Brasil, casos suspeitos registrados em diferentes estados voltam a preocupar a população brasileira.


Abril Azul mês da conscientização do Transtorno do Espectro Autista | © Reprodução
Saúde Pública
Abril Azul: Mês da conscientização do Transtorno do Espectro Autista

Abril Azul é marcado pelo mês da conscientização do Transtorno do Espectro Autista, mais conhecido como autismo.


Deltacron | © NIAID-RML/Handout
Saúde Pública
Deltacron: Entenda como surgiu a nova variante do coronavírus

Após casos confirmados pelo Ministério da Saúde, a nova variante do novo coronavírus gera questionamentos à população brasileira.