São José da Laje

Revolta: Homem amarra cachorro em motocicleta e o arrasta por cem metros

Após o crime, o animal foi abandonado com ferimentos nas patas e no corpo

Publicado: | Atualizado em 27/12/2018 07:56


Após o crime, o animal foi abandonado com ferimentos nas patas e no corpo (Crédito: Reprodução)
Após o crime, o animal foi abandonado com ferimentos nas patas e no corpo (Crédito: Reprodução)

São José da Laje – Uma ato de crueldade chocou e causou revolta nos moradores do município de São José da Laje, na Zona da Mata alagoana, após flagrarem um homem – que não foi identificado – amarrar um cachorro em uma motocicleta e arrastá-lo por mais de cem metros no asfalto.

De acordo com informações de populares, o homem amarrou o cachorro no bagageiro de uma motocicleta e começou a arrastá-lo por uma rua asfaltada do município. Após o crime, o suspeito abandonou o animal, que já estava sangrando bastante e com diversos ferimentos nas patas e no corpo. A cena foi gravada e divulgada nas redes sociais, gerando revolta entre os internautas. (Em respeito você leitor, o BR104 não irá divulgar imagens do vídeo por conter cenas fortes)

+ Homem fica ferido após carro rodar na pista, bater e derrubar poste

Caso você presencie maus-tratos a animais de quaisquer espécies, sejam domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos – como abandono, envenenamento, presos constantemente em correntes ou cordas muito curtas, manutenção em lugar anti-higiênico, mutilação, presos em espaço incompatível ao porte do animal ou em local sem iluminação e ventilação, utilização em shows que possam lhes causar lesão, pânico ou estresse, agressão física, exposição a esforço excessivo e animais debilitados (tração), rinhas, etc. –, vá à delegacia de polícia mais próxima para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO), ou compareça à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988.

É possível denunciar também ao órgão público competente de seu município, para o setor que responde aos trabalhos de vigilância sanitária, zoonoses ou meio ambiente. Lembrando que cada município tem legislação diferente, portanto caso esta não contemple o tema maus tratos pode utilizar a Lei Estadual ou ainda recorrer a Lei Federal.


Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Vítima de acidente - @Reprodução
São José da Laje
Motociclista morre em acidente na BR-104 em São José da Laje

O Instituto Médico Legal (IML) também esteve presente no local para realizar a remoção do corpo do motociclista.



Professores de São José da Laje
São José da Laje
Professores de São José da Laje protestam pelo pagamento dos precatórios do Fundef

Os educadores se encontram concentrados antes da ponte da cidade, com cartazes que exigem que a prefeita Ângela Vanessa pague os recursos.


Cratera na cozinha
São José da Laje
Cratera “engole” cozinha e idosa é arrastada por 200 metros em São José da Laje

Ela foi socorrida até o Hospital Regional da Mata, em União dos Palmares, e passa bem.


Fabricia Veras | © Reprodução
São José da Laje
Cinco dias sem água: Fabrícia Veras denuncia crise no abastecimento em São José da Laje

Fabricia Veras fez um apelo direto ao Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE)