publicidade
publicidade
São José da Laje

Revolta: Homem amarra cachorro em motocicleta e o arrasta por cem metros

Após o crime, o animal foi abandonado com ferimentos nas patas e no corpo

Publicado: | Atualizado em 27/12/2018 07:56


Após o crime, o animal foi abandonado com ferimentos nas patas e no corpo (Crédito: Reprodução)
Após o crime, o animal foi abandonado com ferimentos nas patas e no corpo (Crédito: Reprodução)

São José da Laje – Uma ato de crueldade chocou e causou revolta nos moradores do município de São José da Laje, na Zona da Mata alagoana, após flagrarem um homem – que não foi identificado – amarrar um cachorro em uma motocicleta e arrastá-lo por mais de cem metros no asfalto.

De acordo com informações de populares, o homem amarrou o cachorro no bagageiro de uma motocicleta e começou a arrastá-lo por uma rua asfaltada do município. Após o crime, o suspeito abandonou o animal, que já estava sangrando bastante e com diversos ferimentos nas patas e no corpo. A cena foi gravada e divulgada nas redes sociais, gerando revolta entre os internautas. (Em respeito você leitor, o BR104 não irá divulgar imagens do vídeo por conter cenas fortes)

+ Homem fica ferido após carro rodar na pista, bater e derrubar poste

Caso você presencie maus-tratos a animais de quaisquer espécies, sejam domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos – como abandono, envenenamento, presos constantemente em correntes ou cordas muito curtas, manutenção em lugar anti-higiênico, mutilação, presos em espaço incompatível ao porte do animal ou em local sem iluminação e ventilação, utilização em shows que possam lhes causar lesão, pânico ou estresse, agressão física, exposição a esforço excessivo e animais debilitados (tração), rinhas, etc. –, vá à delegacia de polícia mais próxima para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO), ou compareça à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988.

É possível denunciar também ao órgão público competente de seu município, para o setor que responde aos trabalhos de vigilância sanitária, zoonoses ou meio ambiente. Lembrando que cada município tem legislação diferente, portanto caso esta não contemple o tema maus tratos pode utilizar a Lei Estadual ou ainda recorrer a Lei Federal.

veja também

São José da Laje - @Eduarda Chavarria
São José da Laje
MP quer prisão de comerciantes que aumentaram preços em São José da Laje durante enchente

O comerciante que elevar os preços, em razão da tragédia, pode estar cometendo crime de economia popular.


Ex-prefeito de São José da Laje | © Reprodução
São José da Laje
Morre ex-prefeito de São José da Laje, Luiz Daniel, aos 93 anos

O ex-prefeito da cidade de São José da Laje, Luiz Daniel da Silva, popularmente conhecido como "Seu Luizinho", morreu nesta terça-feira (5/7).


Doações em São José da Laje | © Reprodução
São José da Laje
Campanha arrecada donativos para famílias de São José da Laje

Algumas famílias perderam a maioria dos seus bens, como móveis, roupas, eletrodomésticos, entre outros itens necessários em um domicílio.


Avenida de São José da Laje | © Eduarda Chavarria
São José da Laje
Veja como ficou a cidade de São José da Laje após enchente

Um dia após a catástrofe, o cenário de devastação, que é muito parecido ao que vimos no ano de 2010, se repete.


Rio de São José da Laje | © Reprodução
São José da Laje
ALERTA! Rio de São José da Laje sobe e preocupa população

As fortes chuvas, que caem desde a madrugada desta sexta (1/7), começaram a preocupar novamente a população da região da Zona da Mata alagoana.