Política

“Se escolher o vice errado, pode perder”, diz Tita sobre oposição

Ele também acredita que muitos nomes poderiam substituir Zé Alfredo, caso ele não aceitasse ser vice.

Publicado:


Tita - @BR104
Tita - @BR104

O BR104 conversou com o ex-vereador Tita sobre a articulação da “Jurema” para retirar o nome de Zé Alfredo como vice de Bruno Lopes, substituindo-o pelo filho do ex-deputado Nelito.

Tita afirmou que não há espaço para discussões na oposição sobre quem será o vice, pois já estava definido que, em caso de desistência de Sebastião, o vice natural seria Zé Alfredo.

Ele também acredita que muitos nomes poderiam substituir Zé Alfredo, caso ele não aceitasse ser vice. Tita citou Dr. Paulo, Carlos Leão, Caju, Francelino e até Nelito, mas destacou que a melhor chance de vitória seria com Zé Alfredo como vice.

“Se escolher o vice errado, pode perder”, disse.

Assuntos

Tita

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Donald Trump ferido - @Reprodução
Política
Comício de Trump termina em tragédia: Atirador morto e ex-presidente ferido

Vídeos nas redes sociais mostram o ex-presidente sendo interrompido pelos tiros enquanto discursava, abaixando-se e sendo rapidamente protegido pelos seguranças.


Print do video sobre Nenzinha - @Reprodução
Política
“Trabalha no HRM”: Nenzinha já sabe quem é o autor de vídeo com acusações

O parlamentar explicou que tudo já foi denunciado à polícia.



Vereador Nenzinha - @Reprodução
Política
Nenzinha pode ser anunciado vice de Júnior Menezes

Com a candidatura de Júnior Menezes e Nenzinha, o MDB busca manter sua influência na política local.


Marcos do Val e Alexandre de Moraes
Fonte: Agência Senado
Política
Senador Marcos do Val aponta ‘violações constitucionais’ por Alexandre de Moraes

Segundo o senador, a operação foi conduzida de forma ilegal e representa "a maior violação já ocorrida no Congresso