publicidade
publicidade
Política

PF identifica homem que ameaçou dar facada em vereador bolsonarista: “A próxima será em você”

Leonardo Dias recebeu as ameaças nos comentários de uma publicação que fez em seu perfil no Instagram.

Publicado: | Atualizado em 10/01/2022 08:34


Vereador Leonardo Dias - @Reprodução
Vereador Leonardo Dias - @Reprodução

Uma investigação da Polícia Federal (PF/AL) culminou na identificação de um homem de 33 anos, acusado de ameaçar de morte o vereador da capital alagoana, Leonardo Dias (PSD). As ameaças foram feitas através de um perfil fake no Instagram, e em uma delas, o homem fez referência à facada que vitimou o Presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), em um comentário num post do parlamentar: “A próxima facada será em vc dia 06, aguarde”, disse ele.

De acordo com informações que constam no inquérito policial ao qual o BR104 teve acesso, Leonardo Dias contou à polícia que a ameaça aconteceu no dia 1 de maio de 2021, data em que participou de uma carreata em apoio ao presidente Bolsonaro, de quem é aliado.

“De acordo com a vítima, no dia do fato, havia participado de uma carreata em apoio ao Presidente da República e postou um vídeo no Instagram durante o evento, em sua publicação, recebeu comentários contendo ameaças do usuário @mari.ajulia2040, quais sejam: “com esse monte de banha dá pra fazer vários torresmos @tocomleonardo”, “a próxima facada será em vc dia 06 aguarde @tocomleonardo quero ver se vc é valentão mesmo”. Ressalta que se sentiu intimidado e fez prints dos comentários, objetivando seguir com as investigações contra o autor das ameaças”, diz um trecho do depoimento.

Após a denúncia, a Polícia Federal iniciou uma minuciosa investigação, e apesar de o acusado ter usado um perfil falso para fazer as ameaças, ele acabou sendo identificado.

“Através da investigação realizada pela Polícia Federal, foi possível identificar o proprietário do perfil como sendo RAFAEL BULHÕES DA SILVA, o qual foi ouvido em sede de inquérito policial, ocasião na qual confirmou ter criado e usado o perfil do Instagram @mari.ajulia2040.”

Em depoimento, o acusado “confirmou ter realizado os comentários acima na publicação da vítima, afirmando estar um pouco bêbado no momento que fez e ter se indignado com os vídeos da carreata postados pelo vereador como se estivesse tudo bem no Brasil, ignorando a pandemia, dessa forma, lembrou do seu pai que morreu após contrair COVID”.

Após confessar que de fato usou as redes sociais para ameaçar o parlamentar, o réu “acrescentou que, no dia seguinte, arrependeu-se das postagens que tinha feito e resolveu apagar o perfil, afirmando que não tinha intenção de ameaçar ou incitar a prática de crime contra o Presidente da República ou contra o vereador Leonardo”.

A promotora Miryã Tavares Pinto Cardoso Ferro, da 54ª Promotoria de Justiça da Capital, ofereceu denúncia na 6ª Vara Criminal da Capital. No último dia 4 de janeiro o promotor Bruno de Souza Martins Baptista, da 41ª Promotoria de Justiça da Capital, requereu “a designação de data para a realização da audiência preliminar”.

O réu pode responder com base no artigo 147 do Código Penal Brasileiro, uma vez que ele, na forma
consumada, consciente e voluntariamente, ameaçou alguém, por escrito, de causar-lhe mal injusto e grave. A pena é de reclusão, de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa, se a conduta não constitui crime mais grave.

Eduardo Bolsonaro e Leonardo Dias - @reprodução

Eduardo Bolsonaro e Leonardo Dias – @reprodução

veja também

Rodrigo Pacheco Lei Aldir Blanc | © Fabio Rodrigues Pozzebom
Política
Rodrigo Pacheco acredita na derrubada do veto à Lei Aldir Blanc

A Lei Aldir Blanc foi vetada integralmente pelo presidente Jair Bolsonaro, que acredita que o texto não atende ao interesse público.


Ex-prefeito Rui Palmeira - @BR104
Política
Rui pode pedir votos para Ciro em AL e perder voto bolsonarista

O ex-prefeito de Maceió contava com o voto de bolsonaristas para derrotar o candidato dos Calheiros na disputa ao governo de Alagoas.


Lula | © Reprodução
Política
Lula se desculpa com policiais durante discurso no ato das centrais sindicais

Lula disse que o presidente Bolsonaro (PL) "não gosta de gente, gosta de policial". O discurso aconteceu durante um evento feminino no Brasil.


Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE) | © Assessoria
Política
Veja quem são os 24 candidatos que disputarão cargos de governador e vice em Alagoas

As eleições indiretas ocorrerão na próxima segunda (2/5), às 10h, no plenário do Parlamento alagoano, em sessão extraordinária exclusiva. 


Sérgio Moro | © Reprodução
Política
Sérgio Moro questiona decisão da ONU contra processos da Lava Jato

Por meio das redes sociais, o ex-juiz questionou a decisão do órgão sobre as condenações contra o ex-presidente Lula.