publicidade
publicidade
Polícia

PF realiza operação de combate ao abuso infantil em Alagoas e mais 20 estados

No total, os agentes cumprem oito mandados de prisão preventiva e 104 de busca e apreensão.

Publicado: | Atualizado em 03/12/2021 15:13


Material apreendido durante a Operação Lobos II | © PF
Material apreendido durante a Operação Lobos II | © PF
publicidade
publicidade

Alagoas e mais 20 estados estão sendo alvos da Operação Lobos II, deflagrada pela Polícia Federal, nesta sexta-feira (03/12), que desarticulou um grupo criminoso que utilizava a darkweb para a difusão de material de abuso sexual infantil no Brasil e em diversas partes do mundo.

No total, os agentes cumprem oito mandados de prisão preventiva e 104 de busca e apreensão. Os municípios em que são cumpridas as ordens judiciais e os nomes dos alvos não foram divulgados. Ao menos uma pessoa foi presa em flagrante, no Espírito Santo.

Em uma fase anterior da operação, não divulgada pelos investigadores na época, um homem apontado como um dos principais difusores de pornografia infantil do mundo foi preso, em 2019, no estado de São Paulo. O nome dele não foi informado pela Polícia Federal.

Desde o ano de 2016, a PF investiga uma rede de abuso sexual e produção de pornografia infantil, com troca de informações com forças policiais de diversos países. Essa união permitiu a identificação de um indivíduo brasileiro que utilizava a deepweb para hospedar e gerenciar cinco dos maiores sites de abuso sexual infantil de toda a rede mundial de computadores.

Os criminosos atuavam mediante divisão de tarefas (arregimentadores, administradores, moderadores, provedores de suporte de hospedagem, produtores de material, disseminadores de imagens, dentre outros) com a finalidade de produzir e realizar a difusão de imagens, fotos e comentários acerca de abuso sexual de crianças e adolescentes e, ainda, alimentar a demanda por esse tipo de material.

Os sites eram utilizados por mais de 1.8 milhão de usuários, em todo o mundo, para postar, adquirir e retransmitir materiais relacionados à violência sexual contra crianças e adolescentes, dando a dimensão da necessidade do enfrentamento aos principais fomentadores deste tipo de conduta delituosa.

Ainda, a continuidade das medidas investigativas em sigilo permitiu a identificação e a localização de dezenas de indivíduos no Brasil, envolvidos com a produção e divulgação de material, envolvendo abusos sexuais contra crianças e adolescentes.

Desta forma, está sendo possível a deflagração da Operação Lobos II, a qual está sendo realizada com o cumprimento de 104 mandados de busca e apreensão e 8 mandados de prisão preventiva, distribuídos em 20 Estados e no Distrito Federal.

A Polícia Federal ressalta que o objetivo da Operação, para além da identificação e da prisão de abusadores sexuais e de consumidores desse tipo de material, visa a localização e o resgate de crianças que se encontram em situação de extrema violência.

Será realizada coletiva de imprensa, às 10h, na Superintendência da Polícia Federal em Pernambuco.

veja também

Espingardas e munições encontradas estavam enterradas em terreno baldio, em Murici | © Reprodução
Polícia
Após denúncia, polícia apreende armas enterradas em terreno baldio, em Murici

Os policiais encontraram três espingardas enterradas dentro de um saco plástico e um outro saco com munições.


Material apreendido pelas guarnições RP-01 e RP-02, em Murici | © PMAL
Polícia
Polícia cumpre mandado de prisão contra acusado de homicídios em Murici

Ele também foi alvo da "Operação Parabellum", realizada no dia 13 de janeiro de 2022, mas na ocasião, não foi encontrado, segundo a polícia.


Entre os produtos furtados estavam carnes, linguiças, leite em pó, creme dental | © PMAL
Polícia
Homem é preso após tentar furtar mercadorias de supermercado, em União dos Palmares

Entre os produtos, estavam carnes, linguiças, leite em pó, creme dental e outros produtos de higiene pessoal e de limpeza.


Material foi apreendido com casal durante abordagem da PM em Murici | © Cortesia ao BR104
Polícia
Mulher alvo de operação contra o tráfico é presa em Murici com arma e drogas

A mulher estava na companhia de um homem de 22 anos, que também foi preso, na rua Gastão Tenório, região Central do município.


A vítima, que foi executada na porta de casa, morava no Povoado Pindoba | © Reprodução
Polícia
Homem que sobreviveu a atentado há um ano é assassinado no interior de Alagoas

A vítima, que foi executada na porta de casa, morava no Povoado Pindoba. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.