publicidade
publicidade
Polícia

PF investiga suposta fraude na compra de respiradores pelo Consórcio NE

Operação deflagrada nesta terça-feira (26) cumpriu 14 mandados de busca e apreensão em três estados, além do Distrito Federal.

Publicado: | Atualizado em 26/04/2022 13:45


publicidade
publicidade
publicidade
Paciente em hospital fazendo uso de respirador | © GETTY IMAGES
Paciente em hospital fazendo uso de respirador | © GETTY IMAGES

A Polícia Federal (PF) deflagrou uma operação, nesta terça-feira (26/4), para investigar supostos desvios de dinheiro na compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste. A apuração mira em um contrato feito pelo consórcio, no valor de cerca de R$ 45 milhões, para a compra de 300 equipamentos que nunca foram entregues.

O processo de aquisição que se seguiu, contou com diversas irregularidades, como o pagamento antecipado de seu valor integral, sem que houvesse no contrato qualquer garantia contra eventual inadimplência por parte do contratado. Ao fim, nenhum respirador foi entregue.

Foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão, em quatro diferentes Unidades da Federação (Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia), todos expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça. As buscas contaram com a participação de auditores da Controladoria Geral da União.

Os investigados podem responder pelos crimes de estelionato em detrimento de entidade pública (art. 171, § 3º, do Código Penal), dispensa de licitação sem observância das formalidades legais (art. 89, caput e parágrafo único da Lei de Licitações) e lavagem de dinheiro (art. 10, da Lei nº 9.613/98).

MATÉRIA EM ANDAMENTO

publicidade
veja também

Operação cumpre mandados de busca e apreensão em três cidade alagoanas | © Reprodução
Polícia
Operação integrada cumpre mandados de prisão em três cidades de Alagoas; veja quais

23 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos desde as primeiras horas desta terça-feira (21/06).


Polícia durante operação | © Reprodução
Polícia
Jabarandaia: Operação desarticula organização criminosa que atuava no tráfico de drogas

A quadrilha criminosa atuava nas cidades de Maceió, Arapiraca e Maribondo.


Viatura da Polícia Militar | © Reprodução/PM-AL
Polícia
Grupo invade casa, retira homem e o mata a golpes de pedradas em Rio Largo

A família da vítima não sabe informar o que poderia ter provocado o crime.


Viatura da Polícia Militar de Alagoas — © Reprodução
Polícia
Policial da reserva é encontrado morto dentro de apartamento em Maceió

O homem foi encontrado pelo sobrinho de bruços e despido na cama.


Sirene de viatura da PM | © Reprodução/Ilustração
Polícia
Tio agride sobrinho com golpes de faca em Maceió

A família informou à PM que os dois homens envolvidos na discussão são pacientes psiquiátricos.


publicidade