publicidade
publicidade
Polícia

PF encontra cerca de R$ 1 milhão embalado em mala durante operação

Ação teve como objetivo combater um grupo suspeito de comprar produtos químicos em quantidades maiores do que indústrias farmacêuticas e misturar à cocaína.

Publicado:


publicidade
publicidade
publicidade
Dinheiro foi encontrado em casa de investigado em Goiânia | © Reprodução
Dinheiro foi encontrado em casa de investigado em Goiânia | © Reprodução

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta quinta-feira (9/6), uma operação para combater um grupo suspeito de comprar produtos químicos em quantidades maiores do que indústrias farmacêuticas e misturar à cocaína. A ação é realizada em quatro cidades de Goiás e em dois municípios paraenses.

Ao todo, 70 agentes estão cumprindo 31 mandados judiciais expedidos pela Justiça. São 14 mandados de prisão temporária contra pessoas indiciadas pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico, organização criminosa e lavagem de dinheiro, além de 17 mandados de busca e apreensão.

Na casa de um dos suspeitos foi encontrado cerca de R$ 1 milhão, além de uma arma de fogo. Em outros locais foram encontrados vários pacotes de dinheiro escondido em malas e gavetas de roupas íntimas. As investigações constataram que uma empresa de fachada adquiria produtos químicos controlados e repassava ao grupo criminoso especializado no narcotráfico.

Insumos como fenacetina, cafeína, lidocaína, benzocaína e ácido bórico, que tem a comercialização no Brasil fiscalizada pela Polícia Federal, eram vendidos a narcotraficantes e utilizados no “batismo de cocaína” (processo por meio do qual produtos químicos são adicionados à cocaína pura com o objetivo de aumentar a quantidade da droga e, em consequência, maximizar o lucro dos vendedores).

Os produtos químicos desviados possuem a forma de pó branco e causam efeito anestésico ou estimulante do sistema nervoso central. Ainda segundo a PF, em apenas um ano de atividade, a empresa fiscalizada adquiriu mais de 17 toneladas de produtos químicos destinado ao tráfico de drogas (nem mesmo os cinco maiores laboratórios farmacêuticos do país realizam aquisições de tamanho vulto em espaço tão curto de tempo).

Além dos responsáveis pelo desvio de produtos químicos, a Polícia Federal também identificou os indivíduos que realizavam a lavagem de capitais do grupo criminoso, bem como os adquirentes desses insumos.

*Com informações da PF
publicidade
veja também

Operação cumpre mandados de busca e apreensão em três cidade alagoanas | © Reprodução
Polícia
Operação integrada cumpre mandados de prisão em três cidades de Alagoas; veja quais

23 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos desde as primeiras horas desta terça-feira (21/06).


Polícia durante operação | © Reprodução
Polícia
Jabarandaia: Operação desarticula organização criminosa que atuava no tráfico de drogas

A quadrilha criminosa atuava nas cidades de Maceió, Arapiraca e Maribondo.


Viatura da Polícia Militar | © Reprodução/PM-AL
Polícia
Grupo invade casa, retira homem e o mata a golpes de pedradas em Rio Largo

A família da vítima não sabe informar o que poderia ter provocado o crime.


Viatura da Polícia Militar de Alagoas — © Reprodução
Polícia
Policial da reserva é encontrado morto dentro de apartamento em Maceió

O homem foi encontrado pelo sobrinho de bruços e despido na cama.


Sirene de viatura da PM | © Reprodução/Ilustração
Polícia
Tio agride sobrinho com golpes de faca em Maceió

A família informou à PM que os dois homens envolvidos na discussão são pacientes psiquiátricos.


publicidade