publicidade
publicidade
Polícia

Militar recém-formada é encontrada morta dentro da base da PM no Francês

O Comando-Geral da Polícia Militar do Estado de Alagoas lamentou a morte da soldado

Publicado: | Atualizado em 20/02/2019 10:00


publicidade
publicidade
publicidade
O Comando-Geral da Polícia Militar do Estado de Alagoas lamentou a morte da soldado (Crédito: Sandro Quintela)
O Comando-Geral da Polícia Militar do Estado de Alagoas lamentou a morte da soldado (Crédito: Sandro Quintela)

Marechal Deodoro – Uma soldado, recém-formada, foi encontrada morta na tarde dessa terça-feira (19), dentro do banheiro da base de apoio da 5ª Companhia Independente da Polícia Militar (5 ° CIA/I), localizada na praia do Francês, em Marechal Deodoro.

Tássia Camila Amorim dos Santos, de 30 anos, era lotada no Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), mas tirava serviço na 5° Cia Independente do município nessa terça.

Conforme informações da polícia, uma carta foi encontrada ao lado do corpo.  “Ela assumiu o policiamento por volta das 8h e iria ficar no serviço até às 20h. Ela se armou normalmente, estava apta para serviço motorizado, e por volta das 13h30, recebemos a informação de que tinha havido um disparo de arma de fogo”, relatou um policial.

Informações dão conta de que a policial teria entrado no banheiro da base e efetuado o disparo. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas ao chegar no local, apenas constatou o óbito.

+ Idosa tem residência invadida, é estuprada e espancada por criminosos

O Instituto Criminalista (IC) e o Instituto Médico Legal (IML) foram acionados para realizarem os devidos procedimentos.

Em nota enviada à imprensa, o Comando-Geral da Polícia Militar do Estado de Alagoas lamentou a morte da soldado e que um procedimento deverá ser aberto para apurar as possíveis causas que levaram a fatalidade.

Confira a nota na íntegra:

O Comando-Geral da Polícia Militar do Estado de Alagoas lamenta com profundo pesar o falecimento da soldado Tássia Camila Amorim Santos, de 30 anos, ocorrido no início da tarde desta terça-feira (19), em Marechal Deodoro.

De acordo com as primeiras informações, a militar, que ingressou na Corporação no dia 03 de julho de 2018, atentou contra a vida dentro do banheiro da base de apoio da Praia do Francês. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionado pelos militares da 5ª Companhia para prestar socorro, porém a soldado já estava em óbito.

O Comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, se solidariza com a família e a tropa nesse momento de tamanho sofrimento, ao tempo que se coloca à disposição dos parentes da militar para o que se fizer necessário.

O oficial adiantou ainda que é muito cedo para se pronunciar sobre o fato e que o momento é de prestar apoio à família. “Um procedimento deverá ser aberto para apurar as possíveis causas que levaram a fatalidade”, disse o comandante.

Sepultamento

Em breve colocaremos informações sobre o local e horário do velório de sepultamento.

publicidade
veja também

Operação cumpre mandados de busca e apreensão em três cidade alagoanas | © Reprodução
Polícia
Operação integrada cumpre mandados de prisão em três cidades de Alagoas; veja quais

23 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos desde as primeiras horas desta terça-feira (21/06).


Polícia durante operação | © Reprodução
Polícia
Jabarandaia: Operação desarticula organização criminosa que atuava no tráfico de drogas

A quadrilha criminosa atuava nas cidades de Maceió, Arapiraca e Maribondo.


Viatura da Polícia Militar | © Reprodução/PM-AL
Polícia
Grupo invade casa, retira homem e o mata a golpes de pedradas em Rio Largo

A família da vítima não sabe informar o que poderia ter provocado o crime.


Viatura da Polícia Militar de Alagoas — © Reprodução
Polícia
Policial da reserva é encontrado morto dentro de apartamento em Maceió

O homem foi encontrado pelo sobrinho de bruços e despido na cama.


Sirene de viatura da PM | © Reprodução/Ilustração
Polícia
Tio agride sobrinho com golpes de faca em Maceió

A família informou à PM que os dois homens envolvidos na discussão são pacientes psiquiátricos.


publicidade