Homem que usava redes sociais para atacar homossexuais é indiciado

No seu interrogatório, Hugo D`Leon Cardoso de Mendonça, 33 anos, disse que tudo não passou de uma brincadeira


Publicado em: 09/08/19 às 10:42 por Redação | BR104 | Atualizado em 09/08/2019 às 10:42



No seu interrogatório, Hugo D`Leon Cardoso de Mendonça, 33 anos, disse que tudo não passou de uma brincadeira — © PC/AL

Polícia — A Polícia Civil de Alagoas (PC/AL), por meio da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), indiciou Hugo D`Leon Cardoso de Mendonça, 33 anos, por prática de homofobia na internet. Uma denúncia apontava que ele estaria publicando ofensas aos homossexuais e transexuais,

De acordo com o delegado Thiago Prado, o suspeito estava sendo investigado após uma denúncia informando que Hugo mantinha um perfil no Facebook com conteúdos ofensivos a homossexuais e transexuais. No seu interrogatório, Hugo disse que tudo não passou de uma brincadeira e que não queria ofender os homossexuais.

+ Jovem tenta fugir de abordagem, joga arma em telhado e acaba preso

O delegado Thiago Prado relata que os textos publicados pelo suspeito, além de repugnantes, enquadram-se como crime de homofobia, que, provisoriamente, está sendo tratado pela lei de racismo, conforme entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

O inquérito pediu ainda que o juiz determine o imediato bloqueio do perfil social do autor, visto que ainda persistem postagens ofensivas. Hugo responderá o processo em liberdade, podendo ter uma pena de até cinco anos, caso seja condenado.

*com Assessoria