publicidade
publicidade
Polícia

Acusado de fraudar concursos, alagoano morto na PB pode ter sido vítima de queima de arquivo

José Marcelino dos Santos Filho, de 30 anos, foi surpreendido por dois homens armados, enquanto passava de carro pela avenida Hilton Souto Maior.

Publicado: | Atualizado em 15/09/2021 15:15


A vítima foi surpreendido por dois homens armados enquanto passava de carro pela avenida Hilton Souto Maior | © Reprodução
A vítima foi surpreendido por dois homens armados enquanto passava de carro pela avenida Hilton Souto Maior | © Reprodução

O alagoano José Marcelino dos Santos Filho, acusado de envolvimento em um esquema de fraudes em diversos concursos públicos de ao menos 15 estados — incluindo Alagoas —, foi assassinado com vários tiros na noite desta terça-feira (14/9), em João Pessoa, na Paraíba.

De acordo com a polícia, a vítima foi surpreendida por dois homens armados, enquanto passava de carro pela avenida Hilton Souto Maior. Ela estava sozinha. Os autores do crime ainda são desconhecidos, assim como a motivação do homicídio.

Segundo o site G1 PB, ele teria pego o automóvel emprestado de uma mulher. O homem, apesar de se chamar Marcelino, era conhecido como “Diego”, e já havia sido preso na Paraíba em 2017, por envolvimento com uma quadrilha que burlava concursos.

À época, ele foi detido com a irmã Kamila Marcelino. Os dois alagoanos são suspeitos de fraudar ao menos 60 concursos no Nordeste até aquela ocasião. Antes disso, José havia sido preso em flagrante após participar de fraude em outro concurso público, realizado em Olinda, em 2014.

As investigações mostraram que a quadrilha atuava há mais de uma década e já havia faturado mais de R$ 12 milhões. Marcelino tinha 30 anos e morava no bairro de Quadramares, também próximo à avenida onde o homicídio aconteceu.

A Polícia Civil segue investigando o caso e tenta descobrir se a morte do alagoano pode ter sido queima de arquivo. Também não há informações se José tinha envolvimento no possível esquema de fraudes no concurso da Polícia Militar de Alagoas.

veja também

O suspeito foi preso no momento em que recebia o material | © Ilustração
Polícia
Homem é preso pela PF após receber cédulas falsas pelos correios em Alagoas

A Polícia Federal fez a prisão em flagrante no momento em que o homem recebeu o material, na manhã desta quarta-feira (22).


Peritos analisam cada detalhe | © Blog do Ventura
Polícia
Polícia encontra ossada humana em fazenda na zona rural de Rio Largo

A Polícia Militar começou as buscas na tarde desta terça-feira (21), depois de receber uma denúncia anônima.


Sede da Polícia Federal em Alagoas | © Adailson Calheiros
Polícia
AL é alvo de operação da PF que investiga fraude na aquisição de medicamentos

Distrito Federal, Minas Gerais, Pernambuco e São Paulo também são alvos de investigadores; esquema pode ter resultado em um prejuízo de R$ 20 milhões.


Drogas foram localizadas em mochilas que estavam embaixo da cama do motorista | © PRF
Polícia
PRF apreende 50 kg de maconha e crack dentro de caminhão no interior de Alagoas

O flagrante ocorreu durante fiscalização da PRF no km 39 da BR-101, em São Miguel dos Campos. As drogas estavam escondidas em duas mochilas na boleia do veículo.


Material apreendido foi levado para o Cisp da cidade | © Cortesia ao BR104
Polícia
Em São José da Laje, polícia apreende mais de 17kg de maconha dentro de mala em ônibus

O suposto dono da bagagem fugiu após disparos de fogo serem efetuados contra os militares. Vários pássaros silvestres de diversas espécies também foram abandonados.