publicidade
publicidade
Polícia

Adolescente mata tia a facadas e golpes de panela e deixa bilhete: “Eu estive aqui”

O delegado responsável pelo caso, Railson Ferreira, diz que foi encontrado um diário onde a adolescente escrevia sobre a morte.

Publicado:


Após crime, menina deixou bilhete sujo de sangue na casa da tia | © Arquivo/PC-AC
Após crime, menina deixou bilhete sujo de sangue na casa da tia | © Arquivo/PC-AC

Uma adolescente de 14 anos confessou ter matado de forma cruel a própria tia na noite de segunda-feira (24/1), em Feijó, no interior do Acre. Maria Antonieta de Souza Abreu, de 38 anos, foi agredida com vários golpes de faca e panela dentro de casa, no bairro Esperança.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Railson Ferreira, a garota teria tentado matar primeiro o primo de 10 anos, mas como não conseguiu, trancou a criança em um quarto e foi para cima da tia. O menino ficou com ferimentos na região do pescoço.

Cerca de uma hora depois de cometer o crime, a menina se apresentou na delegacia. A autoridade policial disse que vai ouvi-la formalmente, mas que ela não demonstrou remorso ao confirmar que tinha matada a tia. “Ela conta com uma tranquilidade, disse que não havia uma preparação”, disse Railson.

O delegado suspeita de que a ação tenha sido premeditada, já que foi encontrado um diário onde a adolescente escrevia sobre a morte, indicando a pretensão dela. Ela também deixou um bilhete sujo de sangue dizendo “Eu estive aqui” e com o desenho de um coração.

“Foram muitas facadas e ela bateu demais com a panela na cabeça da tia. A faca ficou cravada na vítima. Nunca tinha visto tanto sangue na minha vida. Ela disse que foi porque a tia pegava no pé dela, não deixava ela sair, não deixava namorar. Mas, eu não acredito nisso”, disse Railson.

A suspeita inicial era de que a menor tivesse cometido o crime com a ajuda de outra pessoa. Mas, de acordo com o delegado, Maria estava com dengue, o que pode ter facilitado que a sobrinha tenha conseguido matá-la sozinha. Em depoimento, a menina disse que não se arrepende do crime.

“Ela disse que fez totalmente consciente, que quis matar a tia, que não se arrepende e faria tudo de novo”, ressaltou o delegado. A mulher morreu no local, e o corpo foi levado ao hospital da cidade para passar por exames. A polícia tenta obter imagens de câmeras de segurança da região e vai ouvir testemunhas para concluir as investigações.

*Com informações do Metrópoles
veja também

Pastor que abusava de fieis
Polícia
Pastor que passava óleo ungido nas partes íntimas de fiéis é preso

O religioso é acusado de abusar sexualmente de várias mulheres.


Polícia explicando o relatório | © Mariane Rodrigues
Polícia
Polícia de Alagoas pede afastamento de 61 aprovados em concurso por meio de fraude

A primeira parte do relatório da operação Loki foi apresentado na manhã desta quarta-feira (18).


Droga, dinheiro e celulares apreendidos
Polícia
Adolescente é apreendido traficando drogas em Murici

Foram apreendidas várias bombinhas de maconha e cocaína, além de R$ 120,45.


Arma de fogo apreendida
Polícia
Homem corre ao ver viatura e acaba preso com arma de fogo em União

O caso aconteceu na fazenda Frios, Zona Rural de União dos Palmares.