Alagoas

Pós-Emancipação Política de Alagoas. O nosso povo tem o que comemorar?

Políticos alagoanos postam em suas redes sociais homenagens, ações, trabalho, desenvolvimento? Infelizmente, a grande maioria não. Apenas um banner com a bandeira do estado e os parabéns.

Publicado:


Movimentação de pessoas no centro do comércio de Maceió - 23 de julho de 2020 — © Ailton Cruz
Movimentação de pessoas no centro do comércio de Maceió - 23 de julho de 2020 — © Ailton Cruz

Alagoas de um povo forte, batalhador e guerreiro. Alagoas do Herói Nacional Zumbi. Nossas referências são fortes, exemplos de luta e resistência. Assim é o povo alagoano; em meio às dificuldades, segue na luta. Hoje, na pós-emancipação, diante do desemprego com números preocupantes, gasolina e gás com preços absurdos, uma avaliação é importante: será que os alagoanos têm mesmo o que comemorar?

No dia 16 de setembro, comemoramos mais uma Emancipação do Estado de Alagoas, com os seus 204 anos. Esta é uma data de grandes reflexões, diante de tantas dificuldades que cada alagoano tem enfrentado. Mais uma data para reverenciarmos o nosso povo, que com bastante luta, mas também com muita generosidade, solidariedade e fraternidade, tem construído nossa amada terra.

Toda a reverência aos que souberam infundir o sentido da família e da alegria no nosso ser alagoano e que ajudaram a nossa gente a crescer e caminhar. Mesmo com as dificuldades, o nosso povo tem esperança e sabe transformar a dor em energia para construir um futuro melhor.

No entanto, analisando o cenário político alagoano, é nítido que precisamos avançar. Nossos políticos precisam fazer o seu papel principal: trabalhar em favor da população, investir no desenvolvimento do povo. Passados todos esses anos, destacamos com preocupação o grande número de jovens desempregados.

Sem mais demora, devemos juntar nossos esforços e recursos, nossa imensa massa de jovens desempregados, em condições primitivas, que têm que ganhar a vida e lhes faltam perspectiva, inseguros a cerca do próprio futuro, ansiosos por aderirem a qualquer ideia que lhes pareça promissora.

Alagoas só será um grande estado, quando investir prioritariamente na educação, quando souber estimular a juventude, que aprende depressa e fica ansiosa por se afirmar, para não se perder. Os jovens precisam ganhar a vida com as mãos e o livro é a ferramenta para conseguir sucesso com o conhecimento.

Nosso estado enfrenta problemas estruturais muito graves, que se apresentam há anos. São problemas para os quais as soluções só serão encontradas, quando os políticos alagoanos mantiverem um diálogo, um comportamento digno, cuja finalidade seja o bem comum e não os interesses pessoais ou de grupos. Sem isso, continuaremos a caminhar em círculos, sem chegar a lugar nenhum.

Ano que vem é ano de eleição. Que a população avalie com muita responsabilidade quem irá ser conduzido aos cargos de representatividade do povo. Os alagoanos seguem firmes, guerreiros e combatentes. Vamos esperar que o nosso querido estado ache o caminho certo para a sua felicidade. Viva o povo alagoano!

Tu, liberdade formosa,
Ao trabalho hosana entoas!
– Salve, ó terra futurosa,
– Glória à terra de Alagoas!


Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

@ Divulgação
Alagoas
Maceió, Delmiro Gouveia, Arapiraca e União dos Palmares vão sediar 2º Festival Estadual da Inclusão

Idealizado pela Secretaria de Estado da Cidadania e da Pessoa com Deficiência, eventos ocorrem entre os dias 25 e 31 de julho.


Homem contando o dinheiro esquecido - @Reprodução
Alagoas
Confira os limites de gastos para campanhas de prefeito em Alagoas

Aqui estão os limites de gastos para as campanhas de prefeito em algumas cidades de Alagoas




Alerta de chuvas intensas | © Karina Dantas/G1
Alagoas
Maceió e mais 37 municípios estão sob alerta de chuvas até quarta-feira (17)

De acordo com o instituto, o aviso prevê um volume de chuva entre 20 a 30 mm/h ou até 50 mm/dia.