publicidade
publicidade
Opinião

Na Zona da Mata, PT vence com a ajuda do Bolsa Família

Já na capital dos alagoanos, a história se repete. Bolsonaro ganhou no primeiro e segundo turnos

Publicado: | Atualizado em 30/10/2018 11:20


Fernando Haddad e Jair Bolsonaro
Fernando Haddad e Jair Bolsonaro

Município eminentemente ligado a agricultura familiar, União dos Palmares, correspondeu aos fatos nas urnas ao confirmar Fernando Haddad, com Lula preso, como o caminho ideal neste segundo turno. Ocupantes das terras da extinta Usina Laginha, a expressiva votação do PT vem de lá e isso foi uma coisa líquida e certa que na caminhada pró-Haddad no sábado,27, rostos e mãos calejadas dominaram o universo das cores.

Um dia após a consagração de Jair Messias Bolsonaro dada pela regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e poucos do Nordeste por aqui o silêncio dos 56% para o PT habitou-se no meio, gerando assim, dias de expectativas para essa gente que voltou para debaixo da lona preta e ao longe, ouvir o espocar dos fogos dos Bolsonaristas que arrumaram um trio elétrico com um cantor afinado,  para saudar a conquista do Planalto Central 13 anos depois da esquerda deitar e rolar em Brasília-DF no comando do País.

Já na capital dos alagoanos, a história se repete. Bolsonaro ganhou no primeiro e segundo turnos com cabeças e mais cabeças pensantes de vantagem. Bom saber que dias melhores virão para todos nós.

Resultado do segundo turno em União dos Palmares

Resultado do segundo turno em União dos Palmares

Ivan Nunes é jornalista e escreve para o BR104.com.br

 

veja também

Movimentação de pessoas no centro do comércio de Maceió - 23 de julho de 2020 — © Ailton Cruz
Opinião
Pós-Emancipação Política de Alagoas. O nosso povo tem o que comemorar?

Políticos alagoanos postam em suas redes sociais homenagens, ações, trabalho, desenvolvimento? Infelizmente, a grande maioria não. Apenas um banner com a bandeira do estado e os parabéns.


Prefeito de União dos Palmares, Areski Freitas — © Alyson Santos/BR104
Opinião
Kil é o grande vencedor em União, e não é por causa dos mais de 13 mil votos

Areski já foi eleito três vezes como prefeito de União dos Palmares