Servidores da Educação paralisam e fazem ato em frente à Prefeitura de Murici

Além do reajuste salarial, os servidores cobram melhoria na estrutura das escolas, merenda, transporte escolar e outras pautas

Publicado em: 12/03/20 às 7:49 | Atualizado em 12/03/2020 11:29
Por Gustavo Lopes | BR104


Servidores da educação de Murici em protesto na frente da Prefeitura — © Ascom/Sinteal
Servidores da educação de Murici em protesto na frente da Prefeitura — © Ascom/Sinteal

Murici — Servidores da Educação do município de Murici, na Zona da Mata alagoana, paralisaram as atividades e fizeram uma manifestação em frente à prefeitura do município, nessa quarta-feira (11). São várias as reivindicações, entre elas, reajuste salarial e melhoria na estrutura das escolas.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Alagoas (Sinteal), Consuelo Correia, disse que os servidores estão sem reajuste salarial desde 2019 e que o município aprovou uma mudança na previdência, e agora será descontado 14% no salário, inclusive dos aposentados.

“Está reproduzindo a mesma crueldade do Governo do Estado, massacrando servidor público. Com essa paralisação queremos também denunciar a gestão por irregularidades na educação”, disse Consuelo.

Segundo Consuelo, ano passado o prefeito da cidade havia se comprometido em fazer enxugamento de folha e resolver as irregularidades na educação. No entanto, muita coisa segue do mesmo jeito.”Funcionários fantasmas, pessoas recebendo acima do que o Plano de Cargos determina, e alguns recebendo recursos do FUNDEB para exercer outras atividades, o que é ilegal”, denunciou a presidente do Sinteal.

Segundo Lúcia, dirigente do núcleo municipal do Sinteal em Murici, o último concurso público realizado foi em 2001, por isso o número de contratados chega a 90%. “O Sinteal exige concurso!”. Ela também relata que as creches de tempo integral estão funcionando apenas em um turno, porque falta estrutura.

Outra pauta dos servidores é o rateio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB). “Como não houve reajuste, em 2019 sobrou recursos, e deveria ser feito rateio com os trabalhadores, como manda a lei. Mas o prefeito também não fez esse pagamento”, disse a dirigente.

Até o final da manhã, ninguém da prefeitura havia dialogado com os manifestantes.


Organização Mundial da Morte? Questiona Damares sobre OMS sugerir aborto

A OMS (Organização Mundial da Saúde), incluiu o aborto como um serviço essencial para o combate ao covid-19.

Há 2 horas atrás | Redação

Alagoas tem 34 casos confirmados de coronavírus e 295 em investigação

Alagoas continua com dois óbitos confirmados por Covid-19 e as duas vítimas residiam em Maceió.

Há 2 horas atrás | Redação

Sobe para 4 o número de suspeitos de coronavírus em União dos Palmares

Além disso, um novo caso com Síndrome Gripal foi registrado.

Há 3 horas atrás | Redação

Prefeito de Maceió prorroga medidas de prevenção contra o coronavírus

O Município segue com situação de emergência em Saúde Pública diante da pandemia do coronavírus

Há 11 horas atrás | Redação

Sargento Nininho faz grave denúncia contra vereadores de São José da Laje

O serviço de fretes e transporte de encomendas prestado pelos vereadores representa um aumento de 233% comparado com o valor cobrado pelos próprios profissionais da câmara responsáveis por exercer o serviço.

Há 11 horas atrás | Redação

Caixa libera o aplicativo do Auxílio Emergencial: Saiba como cadastrar

Todas as informações sobre quem tem ou não direito ao auxílio, já estão disponíveis no site da Caixa.

Há 12 horas atrás | Redação

União dos Palmares: Novo decreto trás medidas mais severas contra o covid-19

As medidas atingem diversas categorias do município

Há 13 horas atrás | Redação

Homem é brutalmente assassinado a pauladas na madrugada desta terça-feira (7) em Maceió

A motivação do crime continua sendo desconhecida pela Polícia da capital

Há 13 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Bolsonaro vai demitir Mandetta, segundo “auxiliares do presidente”

A expectativa é de que o ex-ministro da Cidadania Osmar Terra seja o substituto de Mandetta.

Há 1 dia atrás | Redação

Idosa de 87 anos morre após ser brutalmente espancada pelo filho em União dos Palmares

Em um momento de surto ele agrediu brutalmente a idosa, que foi socorrida até o Hospital São Vicente de Paulo, mas não resistiu

Há 1 dia atrás | Redação