Cristãos sofrem perseguições na Rússia e são impedidos de saírem de suas cidades

Cerca de 32 pessoas foram presas, 28 estão em prisão domiciliar e outras 121 estão impedidas de saírem de suas cidades

Publicado em: 28/02/20 às 9:52 | Atualizado em 28/02/2020 10:34
Por Johny Lucena | BR104


Cristãos são perseguidos na Rússia — © Reprodução
Cristãos são perseguidos na Rússia — © Reprodução

Mundo — Autoridades russas estão intensificando ataques contra cristãos da Testemunhas de Jeová, em uma campanha de terror que remete à era soviética com prisões e torturas. Em 31 de Dezembro de 2019, haviam 32 Testemunhas de Jeová presas ou condenadas à prisão, outras 28 em prisão domiciliar e outras 121 que não podiam sair de sua cidade.

Todos foram acusados de organizar, participar ou financiar a atividade de uma organização considerada “extremista”. Pelo menos 300 Testemunhas de Jeová, entre 20 e 89 anos de idade, estão sob investigação.

O caso mais recente, ocorreu na manhã de 13 de Dezembro de 2019, quando um tribunal de Penza (Rússia), condenou Vladimir Alushkin, a seis anos de prisão. Após a sentença, ele foi imediatamente algemado e posto sob custódia. Outras cinco Testemunhas de Jeová, incluindo a esposa dele, foram sentenciadas a dois anos de prisão.

Ele foi detido em 15 de Julho de 2018, quando policiais mascarados e armados invadiram sua casa. Eles vasculharam o apartamento por horas, confiscando celulares, eletrônicos e Bíblias. Autoridades fizeram buscas em outras 5 casas de Testemunhas de Jeová nesse dia e levaram cerca de 40 delas para interrogatório.

+ Embalagem que pode ser consumida por peixes ganha espaço no mercado mundial

Em 15 de fevereiro de 2019, em Surgut, autoridades policiais torturaram sete homens Testemunhas de Jeová depois de terem feito buscas nas casas de várias delas na região. As vítimas foram forçadas a tirar a roupa, sufocadas, encharcadas com água, espancadas e receberam choques elétricos. A tortura aconteceu no primeiro andar do escritório da Comissão de Investigação Russa, em Surgut. Eles estavam sendo investigados por supostamente ‘organizar a atividade de uma organização extremista’.

Oficiais tentam justificar suas ações com base na proibição da entidade jurídica das Testemunhas de Jeová pela Suprema Corte (não de indivíduos praticarem sua fé) que ocorreu em abril de 2017 e por meio da má aplicação do artigo 282 do Código Penal. Policiais armados invadiram as casas de Testemunhas de Jeová, muitas vezes apontando armas para as cabeças delas onde inclui crianças e idosos, forçando eles a se deitarem no chão.

Desde 2017, as autoridades russas têm confiscado as propriedades das Testemunhas de Jeová e invadido suas reuniões pacíficas e seus lares. Entidades internacionais de proteção aos direitos humanos e especialistas têm denunciado o desrespeito à liberdade individual por parte das autoridades russas. O Grupo de Trabalho das Nações Unidas sobre Detenção Arbitrária (WGAD) condenou a perseguição sistemática às Testemunhas de Jeová na Rússia.

Essas pessoas foram presas apenas por estarem praticando sua fé de modo pacífico ou compartilhando suas crenças com outros. Isso continua acontecendo, apesar de autoridades russas terem garantido que essa proibição do governo não seria contra a liberdade individual dos cidadãos de praticarem sua fé. Teme-se que outros grupos religiosos possam ser atacados também.

As Testemunhas de Jeová esperam que os tribunais internacionais tomem ação adicional para acabar com o ataque da Rússia à sua liberdade religiosa e as violações de direitos humanos.


Prefeitura de São José da Laje é multada em R$100 mil por crime ambiental

Moradores registraram momento em que caçamba fazia despejo do lixo às margens do Rio Canhoto

Há 3 horas atrás | Redação

Prefeito de Branquinha descumpre o próprio decreto e reúne 34 pessoas em sua casa

O prefeito se reuniu essa  semana com um grupo de apoiadores políticos, para tratar sobre as próximas eleições.

Há 7 horas atrás | Redação

União dos Palmares: Três pacientes testam negativo para coronavírus

A informação foi publicada na tradicional live da Secretaria de Saúde

Há 8 horas atrás | Redação

Atacante do Boca Juniors se coloca à disposição no combate a pandemia do coronavírus

"Eu me coloco à disposição do clube, mesmo que isso signifique entregar mercadorias em uma mesa", disse o atacante

Há 9 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Aprenda como fazer uma máscara de TNT em casa para se proteger do coronavírus

A dica é muito simples e você pode usar material que certamente tem em casa

Há 9 horas atrás | Redação

Coronavírus: União dos Palmares é a quarta cidade com mais casos suspeitos no estado

Confira quantos casos suspeitos existem no estado por cidade

Há 9 horas atrás | Redação

Covid-19: Metade dos casos confirmados de coronavírus em Alagoas estão curados

O boletim ainda apresenta 352 casos como suspeitos e aguardando o resultado dos exames

Há 10 horas atrás | Redação

Idoso de 61 anos é morto a tiros na frente de bar em Boca da Mata

Segundo populares, dois homens chegaram na frente do bar do proprietário, reconheceram a vítima e efetuaram os disparos de arma de fogo

Há 10 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Sobe para 6 o número de casos suspeitos do coronavírus em União dos Palmares

A informação foi divulgada no boletim epidemiológico desta quinta-feira

Há 1 dia atrás | Redação

Após infarto, Sandro Becker agradece orações

Em uma postagem em suas redes sociais, o cantor aparece ao lado do médico e fala sobre o apoio que recebeu

Há 1 dia atrás | Redação