publicidade
publicidade
Mundo

Bolsonaro assina decreto do indulto humanitário para presos com doenças graves

O indulto se estende ainda para os detentos com doença grave, neoplasia maligna ou Aids

Publicado: | Atualizado em 11/02/2019 11:22


O indulto se estende ainda para os detentos com doença grave, neoplasia maligna ou Aids (Crédito: Agência Brasil)
O indulto se estende ainda para os detentos com doença grave, neoplasia maligna ou Aids (Crédito: Agência Brasil)

O decreto do indulto humanitário, assinado na última sexta-feira (08), que concede liberdade a presos portadores de doenças graves e em estado terminal, foi publicado no Diário Oficial da União, na seção 1, página 4, na manhã desta segunda-feira (11).

O decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, autoriza o indulto em casos específicos, como paraplegia, tetraplegia ou cegueira adquirida posteriormente à prática do delito ou dele consequente. A condição precisa ser comprovada por laudo médico oficial ou por médico designado pelo juiz executor da pena.

Ainda conforme o texto, os presos com doença grave, permanente, que, simultaneamente, imponha severa limitação de atividade e que exija cuidados contínuos que não possam ser prestados no estabelecimento penal, também serão beneficiados, desde que comprovada por laudo médico oficial, ou, na falta do laudo, por médico designado pelo juízo da execução.

O indulto se estende ainda para os detentos com doença grave, neoplasia maligna ou síndrome da deficiência imunológica adquirida (Aids), desde que em estágio terminal e comprovada por laudo médico oficial, ou, na falta do laudo, por médico designado pelo juízo da execução.

Condenados por corrupção (ativa e passiva), crimes hediondos, de tortura e tráfico de drogas. Também não serão libertados presos condenados por crimes cometidos com grave violência contra pessoa, por envolvimento com organizações criminosas, terrorismo, violação e assédio sexual, estão proibidos do indulto.

Também estão vetados ao benefícios os condenados por estupro de vulnerável, corrupção de menores, satisfação de lascívia mediante presença de criança ou adolescente e favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança, adolescente ou de vulnerável.

O decreto proíbe ainda o indulto aos condenados por peculato, concussão e tráfico de influência. A medida também exclui aqueles que tiveram a pena privativa de liberdade substituída por restritiva de direitos ou multa, que tiveram suspensão condicional do processo e nos casos em que a acusação recorreu após o julgamento em segunda instância.

De acordo com o texto, não vai ser concedido indulto para aquele que, condenado, não cumpriu a pena correspondente ao crime impeditivo do benefício.

+ Bolsonaro assina decreto que permite pessoas acima de 25 anos ter até 4 armas de fogo

Defensoria Pública

A lista de pessoas com direito ao indulto deverá ser encaminhada à Defensoria Pública, ao Ministério Público, ao Conselho Penitenciário e ao juízo da execução pela autoridade que detiver a custódia dos presos.

O decreto informa que o indulto poderá ser concedido ainda que a sentença tenha transitado em julgado para a acusação, sem prejuízo do julgamento de recurso da defesa em instância superior e que não tenha sido expedida a guia de recolhimento.

O indulto não é aplicável se houver recurso da acusação de qualquer natureza após o julgamento em segunda instância.

*com Agência Brasil
veja também

Mais de 40 corpos foram encontrados em caminhão abandonado | © Reprodução
Mundo
Texas: 46 corpos são encontrados dentro do baú de um caminhão

Outras 16 pessoas foram encontradas com vida e levadas ao hospital, sendo quatro crianças. A suspeita é de que sejam imigrantes.


Chuva de Meteoros | © Reprodução
Mundo
Maior chuva de meteoros da história encerra o mês de maio nesta terça (31)

Segundo especialistas, esta pode ser a maior tempestade de meteoros da história. O fenômeno ocorrerá das 0h às 3h da madrugada de terça.


Varíola dos macacos na Alemanha | © Reproduçaõ
Mundo
Brasileiro é primeiro diagnosticado com a varíola dos macacos na Alemanha

Um brasileiro foi o primeiro caso de infecção por varíola dos macacos na Alemanha, de acordo com o Instituto de Microbiologia da Bundeswehr.


Bombeiros cubanos | © Reprodução/Twitter
Mundo
Sobe para 22 número de mortos em explosão de hotel em Cuba

Cerca de 50 adultos e 14 crianças ficaram gravemente feridas devido à explosão.


Prédio danificado com a explosão | © Reprodução
Mundo
Explosão atinge hotel em Cuba e deixa quatro mortos e 13 feridos

De acordo com a imprensa cubana, o Corpo de Bombeiros local e os policiais encontram-se na região à procura de possíveis vítimas.