publicidade
publicidade
Maceió

Prefeito JHC lança programa Alfabetiza Maceió para contemplar quase 30 mil alunos

Programa é considerado pelo gestor da capital alagoana a maior iniciativa de alfabetização já vista em todo o Estado

Publicado: | Atualizado em 21/09/2021 11:17


O prefeito de Maceió, JHC, lançou nesta segunda-feira (20), o Alfabetiza Maceió, programa que visa fortalecer a alfabetização de alunos, por meio de formação continuada dos professores da rede municipal. Na ocasião, o prefeito assinou convênio de cooperação técnica com a Fundação Lemann e o Instituto Bem Comum, que serão responsáveis pela formação dos docentes. O programa foi lançado na Escola Municipal Nosso Lar, na Ponta Grossa.

“Com o Alfabetiza Maceió, vamos conseguir a permanência dos alunos na escola e abarcar a alfabetização daqueles que não conseguiram se alfabetizar na idade correta, por isso, os alunos do EJAI (Educação de Jovens, Adultos e Idosos) também serão contemplados”, disse JHC.

O prefeito agradeceu ainda o apoio e a cooperação técnica da Fundação Lemann. “Vai fazer com que nossa rede, e que os quase 30 mil alunos sejam beneficiados, através da metodologia que será aplicada por nossos professores e, com isso, vamos melhorar o nível de aprendizagem da alfabetização do nosso município. É o maior programa de alfabetização já visto no Estado”, garantiu.

Serão contemplados 29.314 alunos, e 1.123 professores das escolas municipais, além de 174 diretores e 142 coordenadores pedagógicos, das 87 escolas que atendem aos alunos beneficiados com o programa. O Alfabetiza Maceió também irá contribuir na elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

O vice-prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa, afirmou que a educação é prioridade na gestão. “Nossa prioridade é a educação. Não tenho palavras para parabenizar os educadores, e não há transformação em lugar nenhum, se não for através da educação”, disse.

O secretário de Educação, Elder Maia, explicou que o Município tem um dever com a sociedade em entregar para as famílias, crianças alfabetizadas e prontas para adquirir novos conhecimentos.

“Nosso objetivo é simples: fazer com que as crianças sejam alfabetizadas na idade correta, que é até os sete anos de idade. Todos os professores, gestores e coordenadores serão capacitados para que alfabetizem, ministrem atividades e que no segundo ano do ensino fundamental, todas as crianças estejam alfabetizadas. Estamos todos unidos na meta de alfabetizar na idade certa”, explicou.

O senador Rodrigo Cunha, esteve presente na solenidade, parabenizou a Prefeitura pelo programa e se colocou à disposição do Município. “Esse é um evento muito importante para nossas crianças e para nosso futuro. É um grande desafio, mas vocês não estão sozinhos, contem comigo”, disse o senador.

Professores capacitados

O programa Alfabetiza Maceió irá capacitar professores do 1º ao 5º ano e da Educação de Jovens, Adultos e Idosos (EJAI), através de formação continuada, para que alunos com até sete anos de idade estejam totalmente alfabetizados, com habilidades na leitura e escrita.

Luzimar Tereza Lima, é professora do 4º ano e para ela, o Alfabetiza Maceió vem como mais um reforço do Município para fortalecer o ensino dos alunos da rede municipal de ensino.

“Essa é uma ação contínua muito importante para nossa prática docente, porque sempre teremos novidades e atualizações para garantir ensino de qualidade aos nossos alunos. Com certeza, é um avanço para a educação de Maceió”, pontuou a docente.

O programa é fruto de parceria entre o Programa Educar para Valer, da Fundação Lemann e da Associação Bem Comum que prestam cooperação técnica aos municípios com o intuito de apoiar a implementação de boas práticas de gestão.

A diretora executiva da Associação Bem Comum, Márcia Campos, afirmou que o instituto tem evidências bem sucedidas e que o objetivo é apoiar os municípios na alfabetização de crianças.

“Nosso trabalho tem foco no direcionamento para construir estratégias alinhadas com a meta, que é alfabetizar. Para nós da Associação Bem Comum é uma grande alegria estar em Maceió e esperamos que possamos construir um grande programa e que essa cidade seja grande referência na educação do nosso país”, afirmou a diretora.

Sthefane Ferreira e Niviane Rodrigues / Secom Maceió

veja também

Ana Júlia e o prefeito de Maceió JHC – © Assessoria
Maceió
JHC discute parceria com estudante do SESI finalista do Nobel da Educação

A estudante maceioense é uma das 50 finalistas do Global Student Prize (Nobel da Educação) para estudantes.


A cabine do caminhão ficou completamente destruída no acidente | © CBM
Maceió
Duas pessoas ficam feridas em tombamento de caminhão na AL-105, em Maceió

O acidente aconteceu na Cachoeira do Meirim, no Benedito Bentes. Os dois feridos foram encaminhados ao HGE.


O perfil já esta disponível para acesso – © Assessoria
Maceió
Em Maceió, SMTT cria perfil em rede social para se aproximar ainda mais da população

O perfil vai deixar o órgão mais perto da população, facilitando a comunicação sobre possíveis mudanças no trânsito da capital.


Operários durante execução de obras – © Assessoria
Maceió
Avenida em Maceió é interditada no período noturno para execução de obras

As intervenções estão ocorrendo para melhorar o sistema da região. O trânsito passou a ser modificado às 21h desta sexta-feira (8).


Por conta da confusão, a via coberta de frutas e verduras | © Cortesia
Maceió
Homem que foi linchado após confusão no Centro de Maceió morre no HGE

Ben Donson, que era motorista de aplicativo, foi cercado por feirantes na rua das Árvores, retirado à força do automóvel e agredido.