Mulher cai em parapeito de hotel e é resgatada pelos bombeiros em Maceió

Os bombeiros informaram que a vítima, que não terá a identificação revelada, apresentava quadro estável


Publicado em: 10/09/19 às 11:11 por Redação | BR104 | Atualizado em 10/09/2019 às 14:44



Inicialmente, a mulher foi resgatada por populares que subiram no parapeito — © Reprodução

Maceió — Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar (CBM/AL) foi mobilizada na manhã desta terça-feira (10), para resgatar uma mulher que caiu do quarto andar de um hotel localizado na rua Desportista Humberto Guimarães, no bairro da Ponta Verde, em Maceió.

De acordo com a assessoria de comunicação da corporação, sete militares foram deslocados para o local para prestar os primeiros socorros à vítima, inicialmente resgatada por populares que subiram no parapeito. Informações extraoficiais dão conta de que a mulher teria tentado suicídio.

Os bombeiros informaram que a vítima, que não terá a identificação revelada, apresentava quadro estável. O caso aconteceu no Dia Mundial de Prevenção do Suicídio, que é a segunda maior causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, perdendo apenas para acidentes de trânsito.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que uma pessoa morre no mundo a cada 40 segundos em decorrência do suicídio. As principais formas de suicídio são enforcamento, ingestão de pesticidas e armas de fogo.

+ Idoso tem aposentadoria roubada em assalto na porta de banco em União

No entanto, existem algumas possíveis formas de evitá-lo: restringir o acesso aos meios pelos quais a pessoa pode se matar; educar a mídia sobre denúncia responsável de suicídio; implementar programas entre os jovens para desenvolver habilidades que os permitam lidar com o estresse; identificação precoce, gerenciamento e acompanhamento de pessoas em risco de suicídio.

Centro de Valorização da Vida (CVV)

O Centro de Valorização da Vida é uma associação civil sem fins lucrativos que trabalha com prevenção ao suicídio, por meio de 2.400 voluntários. As chamadas – dique 188 – acontecem em total sigilo, em um espaço de escuta acolhedor e seguro e que alivia a ansiedade e o desespero.

Além de Alagoas, o Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe também contam com o número gratuito, já adotado, no Distrito Federal, Acre, Amapá, Amazonas, Espirito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí, Santa Catarina, São Paulo, Tocantins, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e Roraima.