Lava Jato: Filho de ex-ministro é preso pela Polícia Federal

Márcio Lobão filho do ex-ministro Edson Lobão foi preso na 65ª fase da Lava Jato, além dele, a PF cumprem 11 mandados de busca e apreensão


Publicado em: 10/09/19 às 9:55 por Johny Lucena | BR104 | Atualizado em 10/09/2019 às 9:55



Márcio Lobão e Edson Lobão — © Internet

Lava Jato — O filho do ex-ministro Edson Lobão, foi preso pela força tarefa da operação Lava Jato na manhã desta terça-feira (10). A prisão preventiva aconteceu no Estado do Rio de Janeiro (RJ). A Polícia Federal ainda cumpre 11 mandados de busca e apreensão.

As investigações da 65ª etapa da Lava Jato toma como base os crimes de corrupção e lavagem de dinheiro oriundos das vantagens indevidas formuladas pela Transpetro, empresa subsidiária da Petrobras, e da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no estado  do Pará.

Junto ao mandado de prisão, há 11 de busca e apreensão com ordens judiciárias que estão sendo cumpridas nos estados de São Paulo (SP), Rio de Janeiro e Brasília (DF).

As informações do Ministério Público Federal (MPF) constam que Márcio Lobão e seu pai, Edison Lobão, foram beneficiados com propinas dos Grupos Estre e da Odebrecht no valor de R$ 50 milhões no período de 2008 a 2014.

+ Jair Bolsonaro volta a ser alvo de críticas entre líderes internacionais

O mandado de prisão expedido contra Márcio, refere-se a pratica ilícita de crimes de lavagem de dinheiro ainda este ano. Para o MPF, ele teria permanecido na praticando os crimes sem quaisquer punição.

Vale lembrar que ambos os nomes citados no corpo da matéria já são réus na Lava Jato pelos mesmos crimes (lavagem de dinheiro e corrupção passiva). A Justiça aceitou a denuncia ressaltando que os crimes em questão foram cometidos entre 2011 e 2014, acumulando um montante de R$ 2,8 milhões, ligados a Odebrecht.

Nova fase da operação

Batizada por (Operação Galeria), a nova fase da Lava Jato tem como objetivo atender os mandado de prisão e de busca e apreensão nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Endereços de galeria de arte e agentes financeiros estão entre os alvos da operação nesta segunda-feira. Segundo o MPF, esses lugares atuavam na administração de contas exteriores de Márcio Lobão.