publicidade
publicidade
Justiça

Campanha do PP/AL em 2020 usou quase R$ 100 mil de forma irregular, diz procurador

Segundo a Procuradoria Regional Eleitoral, o partido usou quase R$ 100 mil do Fundo Especial para custear campanha de vereadores de outros partidos.

Publicado: | Atualizado em 10/06/2022 10:14


Deputado Davi Davino Filho - @Divulgação
Deputado Davi Davino Filho - @Divulgação

Os desembargadores do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) julgam, nesta sexta-feira (10/06), as contas de campanha do Partido Progressista (PP), referente às Eleições de 2020.

O relatório apresentado pelo Ministério Público Eleitoral (MPE/AL) trata da “desaprovação das contas do partido por uso indevido de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC)”.

De acordo com o relatório do procurador eleitoral, “o Diretório Estadual do PP/AL custeou material gráfico para candidatos a vereador de Maceió/AL pertencentes a outras legendas, se valendo de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC)”.

Ainda segundo o relatório, o montante investido pelo PP na campanha de vereadores filiados a outros partidos, foi de R$ 99.158,12 (noventa e nove mil, cento e cinquenta e oito reais, doze centavos), e os candidatos do Partido Progressista foram prejudicados com a aplicação irregular desse recurso.

“Veja-se, ademais, que se trata de aplicação indevida de recursos públicos em montante expressivo, aproximadamente R$100.000,00, valor que, sem dúvida, teve impacto na eleição e poderia gerar resultados diversos nas campanhas dos candidatos a Vereador do PP, caso regularmente aplicado”, diz um trecho da manifestação do relator, o Procurador Regional Eleitoral Antônio Henrique Amorim Cadete.

Com isso, “a Procuradoria Regional Eleitoral se manifestou pela desaprovação das contas do PP/AL relativas às Eleições 2020, devendo a agremiação recolher ao erário a quantia de R$ 99.158,12 (noventa e nove mil, cento e cinquenta e oito reais, doze centavos), nos atermos do art. 17, §9º, da citada Resolução”.

veja também


Almiro Belo, Sandro Jorge e Jailson Vicente
Justiça
TRE/AL julga pedido de cassação dos mandatos de vereadores de União dos Palmares

Os vereadores do MDB foram acusados de fraude à cota de gênero


Fabricia e Zé da Galera | © Reprodução
Justiça
TJ/AL nega recurso e vereadores são afastados por improbidade em São José da Laje

Além de Fabricia e Zé da Galera, funcionários da Câmara de Vereadores da cidade, já afastados, também estão respondendo ao processo.


Juiz Yulli Roter e desembargador Klever Loureiro - DICOM
Justiça
Juiz Yulli Roter Maia deixa 2ª Vara de União dos Palmares

O magistrado foi empossado pelo desembargador Klever Loureiro na 7ª Vara Criminal de Maceió (Tribunal do Júri).


Desembargador Otávio Leão Praxedes — © Caio Loureiro
Justiça
Desembargador Otávio Praxedes se afasta do Tribunal de Justiça de Alagoas

Praxedes vai se dedicar, exclusivamente, às suas atividades como presidente do Tribunal Regional Eleitoral durante as eleições.