publicidade
publicidade
Indústria

Usina Serra Grande resiste a crise e registra 45% no aumento da produção em 2018

Até o fim do ano a usina irá produzir um milhão, novecentos e setenta e cinco mil sacos de açúcar, e vinte milhões, quatrocentos e cinquenta mil litros de álcool

Publicado: | Atualizado em 19/12/2018 10:19


Nossa reportagem foi até São José da Laje, município limite com o estado de Pernambuco, onde está localizada a Usina Serra Grande, idealizada pela família Lyra, ou seja, Carlos Benigno de Lyra.

A Serra Grande atualmente é a única usina da zona da mata em atividade, por aqui, todos os anos trabalhadores de vários municípios de Alagoas vem em busca de emprego no corte da cana de açúcar, para fortalecer a economia do município, e também vem resistindo a crise econômica que o Brasil atravessa.

Nossa equipe foi até a sala administrativa de onde saem as decisões para que a usina Serra Grande possa enfrentar a crise que o setor sucroalcooleiro atravessa no país, principalmente em Alagoas. O jornalista Ivan Nunes conversou com o senhor Fernando Evaristo, que comentou essa situação.

“Com relação a safra anterior é um aumento de 45%, o que representa isso, em sacos de açúcar, nós vamos produzir um milhão novecentos e setenta e cinco mil sacos de açúcar, e álcool, vinte milhões quatrocentos e cinquenta mil litros de álcool, essa é a primeira previsão, perspectiva até de aumento com relação ao rendimento agrícola.”

Na concepção do senhor durante a existência da usina essa é uma safra recorde?

“Não, não é uma safra recorde, nós já fizemos uma  safra de dois milhões setecentos e cinquenta e três mil sacos de açúcar”.

Isso se deve a vários fatores?

“Primário principalmente”.

Mesmo não sendo a maior safra da usina Serra Grande para 2019, esse complexo sucroalcooleiro será sempre a redenção econômica para muitas famílias e orgulho para um estado onde a cana de açúcar está ligado a sua história econômica e política.

veja também