Moradores reclamam que estão recebendo água suja nas torneiras em Ibateguara

Segundo os moradores da região, a água demora a chegar e, quando chega, é com aspecto barrento nas torneiras e chuveiros


Publicado em: 13/05/19 às 14:10 por Gustavo Lopes - BR104 | Atualizado em 13/05/2019 às 14:10


Segundo os moradores da região, a água demora a chegar e, quando chega, é com aspecto barrento nas torneiras e chuveiros - © Reprodução/Doze em Ponto/BR104

Ibateguara – Os moradores do município de Ibateguara, na Zona da Mata alagoana, estão reclamando da qualidade da água que está saindo das torneiras. A população reclama que a má qualidade da água tem causado transtornos para a população da cidade e afirma que o consumo tem causado até problemas de saúde.

Segundo os moradores da região, a água demora a chegar e, quando chega, é com aspecto barrento nas torneiras e chuveiros. “A qualidade é péssima, é mesmo que pô de café. Mesmo com a água desse jeito nós temos que pagar. Quando tomamos banho a pele fica toda avermelhada”.

“A situação da água aqui é péssima. A água aqui é barro vermelho esquisito. Sobre a água aqui, para o camarada tomar um banho, ele sai do mesmo jeito. A toalha limpa que tiver, se passar no corpo, ela sai do mesmo jeito do barro”, reclama o morador José Adelino.

Adelino relata ainda que mesmo com o problema, a conta de água continua a chegar. Os moradores pagam R$ 22,00 para ter direito a uma água com péssima qualidade. “Nós pagamos e esperamos ter um fornecimento de qualidade, não esse que nós temos, com uma água que nem dá para consumir. Todo mês pago R$ 22,00 para ter direito a uma água de péssima qualidade”, acrescentou.

+ Diretor do SAAE sobre vítima de acidente: “A culpa não foi dele”

A situação não é diferente na casa de Maria Cilene. “Aqui em casa só não falta água porque eu sou precavida e compro água, além disso, a água chega um dia sim e um dia não, mas a conta chega. Se não fosse isso, não dava nem para lavar os pratos. Quando tomamos banho até coceira dá”, explicou.

O diretor do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (SAMAE), Ernandes Francisco, confirmou para a equipe do BR104 que o problema existe, mas é decorrente de um problema pontual no sistema de abastecimento da autarquia.

Confira a reportagem na íntegra: