O que aconteceu com padre que chamou pobres de ‘miseráveis’ em Santana do Mundaú

Em 2019, Givaldo Rocha se envolveu em uma polêmica após um vídeo em que aparece se referindo aos pobres como “raça miserável”

Publicado em: 14/01/20 às 10:57 | Atualizado em 14/01/2020 15:24
Por Redação


Givaldo Rocha apareceu em um vídeo se referindo aos pobres como “raça miserável” — © Divulgação
Givaldo Rocha apareceu em um vídeo se referindo aos pobres como “raça miserável” — © Divulgação

Geral — Em janeiro de 2019, o padre Givaldo Rocha, até então pároco da Igreja Matriz de Sant’Ana, em Santana do Mundaú, se envolveu em uma polêmica após um vídeo em que aparece se referindo aos pobres como “raça miserável”; motivo pelo qual também acabou expulso da Arquidiocese de Maceió.

A gravação foi postada na página da paróquia no Facebook no dia 20 de janeiro, quando estavam acontecendo os festejos alusivos à Padroeira da cidade. Durante o encerramento da festa, o padre emitiu uma fala que escandalizou centenas de fiéis que participavam da celebração.

No vídeo, que acabou viralizando entre os internautas, mostra quando o então líder da igreja local emite uma fala considerada preconceituosa ao tecer críticas a comerciantes e moradores da cidade. Em dado momento, ele classificou o povo pobre como ‘raça miserável’, proferindo palavras que soaram de forma pejorativa.

“Eu costumo dizer que a igreja fez a evangélica opção preferencial pelos pobres, mas pense numa raça miserável de lidar, é pobre. Com todo o respeito. Eu digo a vocês, são vocês, os pobres, que mantêm a igreja, mas quando eu digo pobre é, sobretudo, aqueles que querem somente se beneficiar. É uma vergonha!”, disse o padre.

“Nunca vi uma procissão tão mal organizada por causa da teimosia dos filhos de Santana do Mundaú e dos visitantes. A desorganização começa pelos filhos de Santana do Mundaú que prometem uma coisa e não cumprem”, continua.

O fato chegou ao conhecimento da Arquidiocese de Maceió, que proibiu o padre de celebrar missas no território alagoano e promoveu sua devolução para a paróquia de origem, onde ficaria à disposição da arquidiocese sergipana, responsável por julgar se ele perderia ou não a batina.

Confira, na íntegra, nota da Arquidiocese

A Arquidiocese de Maceió comunica que o padre Givaldo Rocha de Santana, da Diocese de Propiá, em Sergipe, que exercia a função de administrador paroquial na Paróquia Senhora Santa Ana, na cidade de Santana do Mundaú, não é *incardinado no Clero da Arquidiocese de Maceió. Portanto, o sacerdote estava no território arquidiocesano em experiência pastoral.

E, agora, por ordem do Arcebispo Metropolitano de Maceió, Dom Antônio Muniz Fernandes, no final do mês de fevereiro do corrente ano ele retorna a sua diocese de origem, em Propiá-SE.

*INCARDINAÇÃO: Termo jurídico canônico usado pela Igreja para exprimir o vínculo jurídico do sacerdote com a Arquidiocese.

Outras polêmicas

Essa não foi a única polêmica que envolveu o pároco. “Você vai com roupa de um jeito, eu vou de outro e ele vai de outro. Ele disse com um homem: ‘rapaz, não tem outra roupa pra se vestir não pra vir a uma missa?’”, disse um mototaxista. “Outro dia, ele foi batizar um menino aí na igreja e quando terminou, só fez jogar a água na cabeça da criança e dizer: ‘tá bom, satanás, já está batizado”, contou outra testemunha.

Ainda segundo relatos, Givaldo teria gritado na rua que ninguém o tirava do município. “É cheio de piadinha mesmo ele. Isso não existe. E ele gritou ai que ninguém tinha a moral de tirar ele daqui não. Disse que só quem tirava ele daqui era o bispo. Você vai pra uma missa, como eu fui, e ouvir um padre dizer que quem tivesse suas moedas levasse pra casa. Não é a primeira e nem a segunda vez não”.

Por onde anda?

Prestes a completar um ano do caso, o que aconteceu com o padre Gilvado Rocha? A polêmica mudou o rumo de sua vida e o fez largar a batina. Ele tem 55 anos de idade, é de origem sergipana e estava prestes a completar 25 anos de sacerdócio.

Recentemente, o ex-padre terminou a faculdade de arquitetura em uma instituição particular na cidade de Maceió, capital alagoana, onde mora atualmente e hoje se dedica a profissão.


Assaltante em fuga atira e mata jovem de 20 anos na Rua das Árvores, em Maceió

Crime aconteceu na manhã desta sexta-feira (21). Romerson Erik da Silva Santos, de 20 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local

Há 1 hora atrás | Gustavo Lopes | BR104

Presidente do TJ/AL convoca Equatorial para esclarecer queixas da população

Durante reunião realizada nesta quinta (20), o presidente Tutmés Airan também orientou a empresa a ser mais clara com os consumidores em relação as suas atividades

Há 2 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Bancos fecham no carnaval e só reabrem na quarta-feira de Cinzas (26)

Contas de consumo e carnês com vencimento em 24 ou 25 de fevereiro poderão ser pagos, sem acréscimo, na quarta, segundo a Febraban

Há 2 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Alexandre Lima participa do RenovaBR em São Paulo

Já são mais de 1400 alunos, e o advogado esteve representando União dos Palmares.

Há 3 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Jovem morto a pedradas em Murici tinha passagens por tráfico de drogas

José Fábio dos Santos Silva, de 21 anos, foi encontrado em uma área de pedreira, no conjunto Pedro Tenório Raposo; polícia já tem suspeitos

Há 3 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Idoso é encontrado enforcado dentro de casa em União dos Palmares

Fato aconteceu no imóvel pertencente à vítima, na rua São Matheus, no Conjunto Sagrada Família. A polícia irá investigar o caso como suicídio

Há 4 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Assaltantes roubam caminhão e levam motorista como refém em São José da Laje

Caminhão foi abordado na zona rural da cidade, nas imediações da BR-104. O motorista foi levado como refém e libertado pouco tempo depois do crime

Há 4 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Deputado parabenizou policial que atirou em Cid Gomes; “legítima defesa”

Para o deputado pernambucano Joel da Harpa (PP), a pessoa que atirou "garantiu a vida" das pessoas que estavam participando do protesto dos PM's cearenses

Há 20 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Quadrilha usa nome do senador Rodrigo Cunha para aplicar golpes no Estado

A Polícia Legislativa foi acionada pela assessoria do senador para que o caso seja investigado

Há 21 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Trio é preso em ponto de ônibus com simulacro de arma de fogo, em Rio Largo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) suspeita que o trio iria praticar roubos na região

Há 21 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104