Geral

Mais de 47 mil eleitores faltosos podem ter o título cancelado em Alagoas

De acordo com o TER/AL, há um total de 47.594 eleitores alagoanos identificados como faltosos

Publicado: | Atualizado em 21/02/2019 15:15


De acordo com o TER/AL, há um total de 47.594 eleitores alagoanos identificados como faltosos (Crédito: Agência Brasil)
De acordo com o TER/AL, há um total de 47.594 eleitores alagoanos identificados como faltosos (Crédito: Agência Brasil)

Alagoanos que não votaram nas últimas eleições poderão ter o título de eleitor cancelado caso não regularizem a situação à Justiça Eleitoral. Desde essa quarta-feira (20), os cartórios eleitorais estão disponibilizando ao público as relações contendo os nomes e os números dos títulos destes cidadãos.

O prazo para regularização vai de 07 de março a 06 de maio. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TER/AL), há um total de 47.594 eleitores alagoanos identificados como faltosos.

Eleitor faltoso é aquele que não votou nem justificou a ausência nos três últimos pleitos (regulares ou suplementares), sendo cada turno considerado uma eleição. Conforme previsto no Código Eleitoral, enquanto não regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral, o eleitor estará sujeito a uma série de impedimentos.

Ainda segundo o cronograma, a Justiça Eleitoral cancelará, no período de 17 a 20 de maio, as inscrições dos eleitores que não tiverem regularizado sua situação até a data-limite estabelecida. Enquanto os cancelamentos estiverem sendo efetuados, não serão feitas atualizações no cadastro eleitoral.

Entre os impedimentos para o eleitor que não regularizar sua situação estão: obter passaporte ou carteira de identidade, participar de concorrência pública ou administrativa da União, obter empréstimos bancários, inscrever-se e tomar posse em cargo ou função pública, renovar matrícula em estabelecimento de ensino, praticar qualquer ato para que se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda e obter certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL), desembargador Pedro Augusto Mendonça de Araújo destacou que “é muito importante estar sempre quite com a Justiça Eleitoral e todos os cartórios e postos de atendimento do Estado atuarão orientando e efetivando a regularização desses eleitores dentro do que determina a legislação do TSE”.

+ Eleições 2020: União dos Palmares tem 6 pré-candidatos à prefeitura já declarados

Comunicados não são enviados por e-mail

O TRE ressalta que tais comunicados não são enviados por e-mail e os eleitores devem redobrar os cuidados ao receber mensagens nesse sentido. Mensagens falsas começaram a circular contendo comunicados de cancelamento do documento e, em geral, pedem a atualização de dados cadastrais com link de origem duvidosa. Para se certificar de que não há pendências em seu documento, o eleitor deve consultar sua situação na página do TSE ou no cartório eleitoral mais próximo de sua residência.

Em Alagoas, os cartórios eleitorais funcionam, de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 13h30, para o atendimento ao público. Em Maceió, o posto do TRE/AL que fica na Central Já do Maceió Shopping funciona das 8h às 17h, também de segunda à sexta-feira.

*com Ascom TRE/AL

Comentários


    Entre para nossos grupos

    Telegram
    Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
    WhatsApp
    Entre e receba as notícias do dia
    Entrar no Grupo


 
 
 
Especiais

Especial
Livro ensina técnica de leitura usada por Sherlock Holmes para expandir a memória

Aprenda a Melhorar sua Memória, Lendo até 10 Vezes Mais Rápido e Retendo Até 100% do Conteúdo


veja também

Casal brigando | @ Imagem ilustrativa
Geral
Casamento em crise tem solução?

Na semana de 3 a 9 de junho, pessoas em todo o mundo se reunirão para considerar dicas práticas sobre como recuperar a alegria no lar.


A primeira via da Identidade permanece gratuita | © Ascom/Perícia Oficial
Geral
Leia isso antes de emitir sua Carteira de Identidade

O Instituto de Identificação da Polícia Científica de Alagoas destaca a importância dessa exigência


Divulgação
Geral
Testemunhas de Jeová iniciam campanha para convidar a comunidade para eventos especiais

Moradores de Maceió, AL e região são convidados para dois eventos especiais em março.


Marcelinho Carioca | © Reprodução
Geral
Polícia Civil solicita prisão preventiva de quadrilha suspeita no caso de sequestro de Marcelinho Carioca

A investigação sugere que eles façam parte de uma quadrilha especializada em sequestros, com a prática de forçar as vítimas a realizar transferências por meio do sistema Pix.


Matérias destaques na semana | © Reprodução
Geral
Você viu? Confira as matérias que foram destaques na semana no BR104

Separamos um combo das matérias mais lidas da semana para os nossos leitores.