publicidade
publicidade
Geral

Justiça Federal nega pedido de permanência de médicos cubanos no Brasil

O juiz Eduardo Rocha Penteado, da 14ª Vara Federal, negou nesta sexta-feira (23) a liminar ingressada pela DPU que pedia a permanência de médicos cubanos no Brasil

Publicado: | Atualizado em 19/12/2018 09:31


	Justiça Federal nega pedido de permanência de médicos cubanos no Brasil (Crédito: Valter Campanato)
Justiça Federal nega pedido de permanência de médicos cubanos no Brasil (Crédito: Valter Campanato)

Brasil – Na manhã desta sexta-feira a Justiça Federal em Brasília, negou um pedido feito pela Defensoria Pública da União (UPD), para a permanência dos médicos cubanos no Brasil. A decisão foi proferida pelo Juiz Eduardo Rocha Penteado, da 14ª Vara Federal.

De acordo com o pedido liminar feito à Justiça, a DPU teria pedido que o governo federal fosse obrigado a manter o programa Mais Médico, na intenção de evitar um “grave cenário de desatendimento” da população, e também a desnecessidade da aplicação do Revalida – exame que permite médicos estrangeiros trabalhar no Brasil.

+ Prefeito de Branquinha esclarece confusão que o levou à delegacia

Na decisão da questão, o magistrado entendeu que cuba é um país soberano, e a justiça brasileira não pode interferir na decisão unilateral do país e deixar o programa convocando os profissionais de volta.

“É preciso ponderar que Cuba é um Estado soberano. Logo, seus atos estão à margem de controle pelo Poder Judiciário brasileiro. Se não mais subsistem as razões – políticas, ideológicas, financeiras ou de qualquer outra natureza – que levaram o Estado cubano a cooperar no passado com o Estado brasileiro, não há nada que este juízo possa fazer para reverter esta situação”, afirmou Eduardo Penteado.

O magistrado também argumentou sobre as medidas que estão sendo tomadas pelo governo federal para garantir a continuidade dos atendimentos.

Essas medidas seria os novos editais para a substituição dos profissionais que estão deixando seus respectivos postos de atuação. Ainda de acordo com as avaliações do Juiz, a Administração Pública não está omissa para a resolução do problema.

veja também

Drª Fátima Santiago | © Reprodução
Geral
Ginecologista e ex-vereadora Fátima Santiago é pré-candidata a deputada federal

A médica ginecologista atende em vários municípios do interior de Alagoas, inclusive em União dos Palmares e Branquinha.


Testemunhas de Jeová | © Reprodução
Geral
Congresso mundial online reunirá milhões de pessoas para falar sobre “paz”

O congresso mundial das Testemunhas de Jeová 2022, com o tema "Busque a Paz", vai dar a reposta para os desafios encontrados nos últimos dias.


Motorista tentando atropelar gari | © Reprodução
Geral
Motorista tenta atropelar garis após se envolver em acidente

O condutor do veículo Astra não se conteve e saiu do carro agredindo verbalmente os trabalhadores.


Ex-ator Cabeção ameaça pai de morte | © Reprodução
Geral
Em vídeo, ex-ator “Cabeção” ameaça pai de morte com um bastão

O vídeo foi removido das redes sociais do ator, mas chegou a viralizar nesta segunda-feira (6/06).


Dinheiro apreendido pela Polícia Civil | © Reprodução
Polícia
PC prende 6 pessoas acusadas de aplicar golpes no WhatsApp em Goiás

A polícia capturou um dos suspeitos em via pública apenas de cueca. Ele tentou fugir por uma das janelas da residência onde mora.