Detalhe sobre acidente que matou MC Kevin intriga a polícia

A aliança do cantor, avaliada em R$ 25 mil, continua desaparecida.

Publicado em: 11/06/21 às 8:35 | Atualizado em 11/06/2021 11:12
Por Redação


MC Kevin - @Divulgação
MC Kevin - @Divulgação

Após quase um mês da trágica morte do cantor MC Kevin, que morreu aos 23 anos após cair do 5º andar de um hotel, na orla na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, no dia 16 de maio, muitas teorias ainda são levantadas por milhares de seguidores e admiradores do artista, que envolvem contradições nas versões dos envolvidos.

No entanto, conforme Angelo Canuto, mentor e amigo do artista, que deu entrevista à Revista Quem no começo deste mês, a investigação policial está na última fase e a quebra do sigilo telefônico dos envolvidos no dia do acidente foi autorizada. “A investigação policial está na última fase, em que foi autorizada a quebra do sigilo telefônico. Paralelamente a isso, a família está tomando as providências jurídicas, resolvendo o inventário, fazendo a estruturação jurídica. Estamos acompanhando tudo com o advogado”, contou ele.

Entretanto, a quebra do sigilo pode revelar novos detalhes intrigantes para a polícia, além das versões dos depoentes. No total, doze depoimentos foram prestados na 16º DP do Rio de Janeiro. Todos eles apontaram para um acidente, o que foi confirmado pelo laudo pericial.

Segundo uma matéria do Fantástico, exibida no dia 23 de maio, a perícia não encontrou nenhum indício de briga ou de ações violentas no quarto em que estavam Kevin, Mc VK, a acompanhante Bianca Domingues e Jhonatas Augusto. Apenas foram encontradas marcas da mão e do corpo do cantor, como na clarabóia e no cercado da piscina, que revelaram como se deu a sua queda.

+ Vídeo mostra MC Kevin na varanda do prédio antes de cair

Os depoimentos dos presentes na hora do crime, que apontam para “um acidente” foram reforçados com o resultado do laudo, além da confirmação de que MC Kevin teria consumido álcool e drogas, o que foi comprovado pelo exame toxicológico feito no corpo do cantor, que apontou a presença das substâncias cafeína e MDMA no sangue.

Com isso, as investigações têm mais reforços que indicam morte acidental. Porém, além do fato da quebra do sigilo telefônico dos envolvidos, que servirão para apurar as circunstâncias da queda de MC Kevin, a 16ª DP também continua investigando o desaparecimento da aliança do cantor, avaliada em R$ 25 mil, após a morte dele. Esses dois fatores podem ser cruciais para a finalização da investigação.


MCZ Cast: Podcast vai discutir ações na capital alagoana

De acordo com o secretário de Comunicação da capital, o podcast vai trazer credibilidade, agilidade e transparência.

Há 5 horas atrás | Johny Lucena

Mulher é presa após confessar ter dopado filho e jogado corpo em rio

Em depoimento à Polícia Civil, a genitora alegou que o menino era "teimoso, mal educado e que se negava a comer".

Há 5 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Caso Fabiano: Advogado se retrata sobre acusações contra policiais

A medida é decorrente de uma audiência de conciliação entre ele e dois cabos do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

Há 5 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Renan Filho assina decreto que moderniza leis do setor atacadista no estado

A assinatura aconteceu em uma solenidade no Palácio República dos Palmares.

Há 5 horas atrás | Redação

Ex-servidor público denuncia abandono de arquivos da Prefeitura de União

Após precisar de documentos específicos, Jairo foi informado de que não poderia tê-los em mãos no momento.

Há 6 horas atrás | Johny Lucena

Homem fica ferido após cair de moto no Centro de União dos Palmares

O acidente aconteceu nas imediações da Praça Padre Cícero. A vítima, de 34 anos, sofreu ferimentos leves e foi levada para o HRM.

Há 6 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Messias convoca servidores da Educação para tomar 2ª dose da vacina contra Covid

Atualmente, o município está vacinando o público geral com idade a partir de 25 anos.

Há 6 horas atrás | Johny Lucena

TRE-AL vai julgar recurso de Flávio Moreno contra 36 candidatos do PROS

Moreno propôs uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) por abuso de poder e fraude à lei.

Há 6 horas atrás | Redação

Doença da “urina preta”: Dois casos são investigados em Alagoas

As vítimas estão internadas em um hospital particular da capital. Elas teriam consumido peixe durante um almoço em um restaurante na Massagueira, em Marechal Deodoro.

Há 10 horas atrás | Gustavo Lopes | BR104

Murici avança de fase e começa a vacinar a população a partir de 25 anos

A imunização deste grupo de pessoas acontece no Posto Central e na Central de Vacinação.

Há 10 horas atrás | Johny Lucena