Diretoria do CSA confirma venda do mando de campo da partida contra o Flamengo

Segundo Rafael Tenório, os sócios torcedores terão entradas gratuitas na partida que acontecerá no estádio Mané Garricha, em Brasília


Publicado em: 15/05/19 às 10:44 por Johny Lucena | Atualizado em 15/05/2019 às 10:44


Diretoria do CSA confirma venda do mando de campo da partida contra o Flamengo - © Henrique Pereira/Imagem

As várias críticas que o diretor da equipe azulina Rafael Tenório recebeu nas últimas 24 horas, não foi o suficiente para evitar que a direção azulina vendê-se o mando de campo da partida entre CSA e Flamengo, previsto para acontecer no dia 12 de junho, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio Rei Pelé.

O valor da negociação ainda não foi divulgado pela diretoria do clube, mas estima-se que a proposta é de R$ 1,2 milhão líquido. Rafael Tenório aproveitou a oportunidade e rebateu algumas críticas sobre o caso, afirmando que elas vem de pessoas que sempre falaram mal do time. Ainda segundo o dirigente, essas pessoas dizem que em sua gestão o clube perdeu alguns benefícios.

+ Diretoria do CSA estuda venda de mando de campo na Série A do Brasileiro

Na ocasião Tenório ressaltou que ao assumir a direção do CSA, teria encontrado um clube defasado e destruído, e a realidade do time agora é outra.

Com o dinheiro que vamos receber nesta partida, o nosso objetivo é realizar duas boas contratações. Essa medida foi tomada para o bem do CSA. Precisamos fazer isso. A proposta que chegou é favorável ao clube. Então, diante disso, vamos levar o jogo contra o Flamengo para Brasília“, disse Tenório, e acrescentou que o sócio torcedor terá a entrada gratuita no confronto.

Sobre a venda da partida

A visão da direção do CSA é destinar o dinheiro ganho ao clube, e não para o bolso dele nem do vice-presidente ou para o presidente do conselho deliberativo. Ainda segundo Tenório, o grande objetivo do corpo diretivo é assegurar a permanência do time na Série A em 2020.

Inicialmente, não vamos vender mais nenhum jogo no primeiro turno. Este é o nosso objetivo agora. No segundo turno, nosso objetivo é vender apenas mais um. Esta é a nossa intenção. As críticas que são feitas são injustas, porque a torcida precisa reconhecer o que fizemos desde que chegamos no CSA. É algo histórico. Quando chegamos aqui, só havia contas em atraso e funcionários sem receber. Mudamos isso“, explicou.

A outra partida que provavelmente pode ser vendida é o jogo contra o Corinthians, no entanto, a informação não foi confirmada pelo diretoria do clube.