ALE-AL aprovou nesta quinta-feira (16) a venda de bebidas alcoólicas nos estádios alagoanos

Foram 12 votos a favor da PL contra 6, ainda assim a aprovação do projeto terá que passar pelo governador Renan Filho (MDB)


Publicado em: 17/05/19 às 9:18 por Johny Lucena | BR104 | Atualizado em 30/07/2019 às 1:31



Estádio Rei Pelé - © Reprodução/Internet

Alagoas – Nessa quinta-feira (16) aconteceu no plenário da Assembleia Legislativa a votação para o Projeto de Lei que permite a venda e o consumo de bebidas alcoólicas nos estádios alagoanos. Ao que parece, a casa legislativa até os últimos momentos estava divididas na aprovação do projeto.

Foram 12 votos a favor da PL contra 6. Ainda assim, a aprovação do projeto terá que passar pelo governador Renan Filho (MDB), onde será decidido a sanção do projeto ou o veto do mesmo.

+ Alagoana Geyse é convocada para o Mundial da França

A PL é de autoria do deputado Bruno Toledo (Pros), e estava previsto para ser apreciado em segunda votação na última terça-feira (14), mas foi retirado da pauta por uma solicitação do deputado Antonio Albuquerque (PTB). No entanto, o requerimento o colocou de volta na tarde desta quinta-feira (16).

Segundo o relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, deputado Davi Maia (DEM), chegou a defender que as violências que acontece nos estádios de futebol não é fruto da liberação de bebida alcoólica.

Todo mundo sabe que o torcedor não se torna um criminoso por conta da bebida. O torcedor comum, caso tenha exagerado no álcool, será repreendido pelas autoridades”, disse o relator.

+ Torcedores agridem homem com chutes e pontapés em concentração para jogo; vídeo

Já o Secretário de Segurança Pública de Alagoas, Lima Júnior, não pensa da mesma forma ele defendeu a proibição da venda de produtos alcoólicos em estádios.

Nós sabemos que o álcool potencializa comportamentos, seja para agressividade, seja para qualquer outro tipo de comportamento. Então, eu acho que a liberação de álcool pode potencializar um aumento da violência dentro dos estádios“, concluiu.

O órgão do Ministério Público de Alagoas também é contrária a decisão, e disse que: esse tipo de legislação estadual é inconstitucional porque é competência da União legislativa sobre o tema.

Votação a favor e contra a PL nesta quinta:

A favor:

Yvan Beltrão (PSD)
Paulo Dantas (MDB)
Davi Davino (PP)
Marcos Barbosa (PPS)
Tarcizo Freire (PP)
Breno Albuquerque (PRTB)
Bruno Toledo – autor (PROS)
Cabo Bebeto (PSL)
Davi Maia – relator (DEM)
Cibele Moura (PSDB)
Léo Loureiro (PP)
Inácio Loiola (PDT)

Contra:

Silvio Camelo (PV)
Fátima Canuto (PRTB)
Dudu Ronalsa (PSDB)
Jó Pereira (MDB)
Olavo Calheiros (MDB)
Ricardo Nezinho (MDB)